Paraná Extra

Ação contra Ricardo Barros é julgada improcedente

O juiz federal Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba julgou improcedente a ação popular proposta pelo Ministério Público Federal contra o ex-ministro da saúde Ricardo Barros. A ação se deu em razão da utilização de avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para fins particulares.

O fundamento da ação popular era que o réu, na qualidade de Ministro de Estado, realizou oito viagens para fins pessoais com o avião da FAB o que caracterizaria ato de improbidade administrativa a custo do erário.

Deixe uma resposta