Paraná Extra

Advogados presos como suspeitos de ajuizarem processos fraudulentos

Dois advogados foram presos na manhã de hoje (27) em Altônia, no noroeste do Estado. Eles são suspeitos de ajuizarem ações fraudulentas contra a Companhia Paranaense de Energia (Copel), a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a operadora TIM Paraná. Uma auxiliar de escritório, que trabalhava com a dupla, também é investigada.

Segundo a Polícia Civil, de 3 mil e 800 processos ativos, sobrestados (suspensos) e arquivados contra as empresas no município, 95% teriam sido ajuizados pelos investigados.

Além dos mandados de prisão, as equipes policiais também cumprem mandados de busca e apreensão e de sequestro de bens.

Deixe uma resposta