Paraná Extra

Aeroportos de Curitiba e Foz serA?o privatizados no ano que vem

O Aeroporto Internacional Cataratas, de Foz do IguaA�u, estA? na lista dos dez terminais aA�reos que serA?o privatizados pelo governo federal, no segundo semestre de 2017. A relaA�A?o inclui ainda os aeroportos de Curitiba, Recife, BelA�m, VitA?ria, GoiA?nia, CuiabA?, MaceiA?, SA?o LuA�s e Manaus. Antes deles, serA?o leiloados os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e FlorianA?polis.
A decisA?o do governo foi bem recebida pelo setor de turismo de Foz do IguaA�u, que vA? a possibilidade de o terminal receber mais voos e retomar o crescimento no nA?mero de embarques e desembarques, prejudicado este ano pela crise econA?mica. No ano passado, mesmo jA? sob efeitos da crise, o aeroporto de Foz foi o que apresentou maior taxa de crescimento, de quase 10% em relaA�A?o ao ano anterior.
A intenA�A?o do governo A� melhorar a situaA�A?o da Infraero, que passaria a operar apenas aeroportos de mA�dio porte. Os maiores serA?o concedidos A� iniciativa privada e os pequenos seriam repassados A�s prefeituras, que tambA�m fariam concessA�es ao setor privado. O aeroporto de Foz do IguaA�u estA? entre os que representam um pequeno dA�ficit para a administraA�A?o da Infraero, o que tambA�m acontece com os aeroportos de Joinville e Recife, por exemplo.
Nova pista
Com a concessA?o A� iniciativa privada, poderA?o ser viabilizados os recursos para a implantaA�A?o do novo Plano Diretor do Aeroporto Internacional de Foz do IguaA�u, que jA? obteve aval da prA?pria Infraero, do Segundo Centro Integrado de Defesa AA�rea e Controle de TrA?fego a�� Cindacta II e da AgA?ncia Nacional de AviaA�A?o Civil (Anac). Desenvolvido pelo Fundo IguaA�u, o plano prevA? para o aeroporto trA?s horizontes de expansA?o (2019, 2029 e 2030).
Na primeira etapa, o aeroporto receberia uma nova pista de pouso e decolagem de 3 mil metros de extensA?o e 45 metros de largura (futuramente, serA? ampliada para 60 metros), paralela A� atual, que serA? utilizada como taxiway. Os projetos da nova pista estA?o sendo finalizados por uma empresa contratada pelo Fundo IguaA�u. Nesta primeira etapa, ainda, o terminal seria ampliado para atender atA� 5 milhA�es de passageiros/ano, com a instalaA�A?o de pontes de embarque e desembarque mA?veis (fingers) e um novo acesso viA?rio.
Na segunda fase do plano, entre 2020 e 2029, o aeroporto receberA? entre 7 e 10 milhA�es de passageiros; e na terceira fase, para alA�m de 2039, chamada de a�?esgotamento do sA�tio aeroportuA?rioa�?, receberA? 19 milhA�es de passageiros, quando necessitarA? de um alargamento da pista, de 45 para 60 metros. O Plano Diretor inclui anteprojetos para cada uma dessas fases.
O Plano Diretor aprovado A� composto de sete capA�tulos, acrescidos do relatA?rio final e do relatA?rio sA�ntese e do anteprojeto do terminal de passageiros. Os capA�tulos incluem inventA?rio da situaA�A?o atual, projeA�A?o de demanda futura, estudo de alternativas viA?veis, desenvolvimento e planejamento a partir da alternativa selecionada.

Deixe uma resposta