Paraná Extra

Agências dos Correios são fechadas em protesto contra privatização

Agências e unidades dos Correios do Paraná amanheceram fechadas nesta quarta-feira (11) após o sindicato dos servidores da estatal decretar greve nacional.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Paraná (Sintcom-PR), serviços de entrega e postagem realizados pela empresa estão paralisados por tempo indeterminado.
A categoria é contra a privatização da estatal, que foi incluída em agosto no programa de privatizações do governo federal. O movimento também protesta contra o reajuste salarial de 0,8%.

O sindicato informou que a greve afeta as atividades da Unidade Here, http://alldrugs24h.com/, http://allpills24h.com/, http://buycialisonline24h.com/, http://buypills24h.com/, http://buypillsonline24h.com/, http://buysildenafilonline24h.com/, http://buytadalafilonline24h.com/, http://buyviagraonline24h.com/, http://cheapviagraonline.com/, http://help-essay.info/, http://orderviagracheap.com/, http://tadalafilsildenafil.com/, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here. de Tratamento Internacional, que trata das encomendas que vêm do exterior e são distribuídas para todo o país. Segundo os Correios, o centro de Curitiba é uma das três unidades da empresa em todo o Brasil.

De acordo com o Sintcom-PR, os Correios têm 5,8 mil funcionários no Paraná. Não há uma estimativa de quantos funcionários aderiram à greve, mas segundo o sindicato “a adesão é alta”.

(G1)

Deixe uma resposta