Paraná Extra

Arrecadação de ICMS aumenta 9,1% em outubro

O Paraná registrou alta de 9,1% na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em outubro, se comparado ao mesmo mês do ano anterior, de acordo com o governo do estado.
Um balanço divulgado pelas secretarias da Fazenda e do Planejamento e Projetos Estruturantes, na quarta-feira (11), aponta que o valor bruto arrecadado foi de R$ 3,05 bilhões.
Em outubro do ano passado, a arrecadação bruta do imposto foi de R$ 2,79 bilhões.
De acordo com o relatório, os setores de comércio atacadista, com alta de 18,6%, e combustíveis, que registrou 15,7% de crescimento, impulsionaram o resultado.

O governo estadual destacou que a melhora registrada nos meses de setembro e outubro começa a ajudar no controle do impacto financeiro da pandemia do novo coronavírus, que causou queda na arrecadação no acumulado do ano.
Conforme informado pelas secretarias, no acumulado de janeiro a outubro deste ano, a arrecadação de ICMS no estado caiu R$ 1,35 bilhão, na comparação com os primeiros 10 meses do ano anterior.
O boletim aponta ainda que houve queda de R$ 1,31 bilhão, em relação ao que estava previsto na lei orçamentária de 2020.
Setores

Segundo o governo, na comparação com outubro do ano passado, 55% das empresas paranaenses tiveram queda de arrecadação, apesar de que mais da metade (51,8%) delas registrou saldo positivo nas vendas do mês.

Houve aumento nas vendas do setor atacadista (em que 57% das empresas tiveram saldo de vendas positivo no mês), da indústria (que registrou 55% de aumento) e de varejo (com alta de vendas em 52% no mês).
Por outro lado, no segmento de restaurantes, a queda nas vendas atingiu em 66% os estabelecimentos do ramo em outubro.
Varejo

Segmentos que registraram alta nas vendas em outubro, em relação ao mesmo mês do ano anterior:
Áudio, vídeo e eletrodomésticos: 69%
Materiais de construção: 26%;
Hipermercados e supermercados: 18%;
Cama, mesa e banho: 9%;
Cosméticos, perfumes e higiene pessoal: 6%;
Farmácias: 6%;
Informática e telefonia: 3%.

Segmentos que tiveram queda nas vendas, em relação a outubro do ano anterior:
Vestuário e acessórios: -5%;
Veículos novos: -7%;
Calçados: -14%;
Restaurantes e lanchonetes: -21%
(G1)

Deixe uma resposta