Paraná Extra

Aulas na rede municipal de Curitiba começam na próxima quinta

Secretaria Municipal da Educação aproveitou as semanas de recesso para colocar escolas e creches em ordem antes do retorno dos estudantes, na quinta-feira (2/8). Em 30 escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) as últimas duas semanas têm sido utilizadas para melhorias e obras de manutenção.São serviços de substituição de rede elétrica, jardinagem, pintura, readequação de banheiros, manutenção e substituição de caixas d’água. O investimento da Prefeitura somente neste período de recesso escolar é de R$ 130 mil reais.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, explica que o trabalho é um investimento no espaço e na qualidade da educação dos curitibinhas. “Aproveitamos essa época para fazer uma espécie de força-tarefa e damos prioridade para os trabalhos mais urgentes ou aqueles que não podem ocorrer enquanto há presença de crianças nas unidades”, salienta. “Porém, as ações de manutenção são contínuas e seguem ao longo do ano em todas as unidades, conforme a necessidade”, explica.

Para garantir a acessibilidade, a Escola Municipal Raul Gelbeck, no Santa Cândida, ganhou banheiros reformados. Já nas escolas CEI Ulisses Falcão Vieira, no Campo Comprido, e Maria Clara Brandão Tesserolli, no Novo Mundo, os banheiros receberam novos acessórios para ficarem acessíveis a todos.

Duas grandes intervenções em caixa d’água e cisterna também estão em fase final. No Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Ciro Frare, no Ganchinho, foi resolvido o problema de vazamento, umidade e desperdício de água.

Também segue em andamento a revitalização da Escola Municipal CEI José Cavallin, no Sítio Cercado, inaugurada há 36 anos. A Prefeitura investirá, até o fim das obras, mais de R$ 250 mil para melhorar a estrutura da escola. A revitalização inclui melhorias nos dois blocos, um voltado às práticas curriculares e o outro às atividades de contraturno.

Para ser transformado em Farol do Saber e Inovação, o Farol do Saber Rubem Braga, ao lado da Escola Municipal Rio Negro, também foi reformado, equipado e recebe intervenções para que se tornar um espaço de criação de protótipos. A unidade também ganhou nova pintura e plotagem, além de troca de piso, da louça do banheiro e das torneiras e substituição das chapas metálicas e lâmpadas, que agora são de led.

Obras contínuas

Consertos de telhados e calhas, impermeabilizações, manutenção em reservatórios de águas, substituição de forros e pisos, reformas em muros e colocação de gradil, adequação de redes elétrica e hidráulica, trocas de lâmpadas são algumas das principais demandas em execução desde o início do ano nas unidades da rede municipal.

“Avançamos bastante com as obras de reforma, manutenção e adequação dos espaços neste primeiro semestre. Ao longo de 2018, o trabalho continua com sua programação, que varia conforme as condições, a urgência e o clima”, explica Flavia Correa de Almeida Faria Gomes, coordenadora de Obras e Projetos da Secretaria.

Um dos exemplos é o CEI Lina Maria Moreira Martins, no Campo Comprido, onde foi feita a troca de telhado e reparos elétricos. Já na Regional Tatuquara, os CMEIs Erondy Silvério e José Carlos Pisani ganharam reforma de piso.

Deixe uma resposta