Paraná Extra

Bancos prometem reduzir juros estratosfAi??ricos dos cartAi??es de crAi??dito

Os bancos vA?o oferecer aos clientes do cheque especial opAi??A?o de parcelamento da dAi??vida, com juros mais baixos, a partir de julho. A decisA?o foi anunciada hoje (10) pela FederaAi??A?o Brasileira de Bancos (Febraban). Cada banco vai definir a taxa de juros dessa nova modalidade.

O cheque especial Ai?? uma das modalidades de crAi??dito com taxas de juros mais altas. Em fevereiro, chegou a 324,12% ao ano, enquanto a taxa mAi??dia do crAi??dito livre para as famAi??lias ficou em 57,72% ao ano.

ai???Pelas novas regras, as instituiAi??Ai??es financeiras terA?o sempre disponAi??veis ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor do cheque especialai???, disse a Febraban, em nota.

De acordo com a entidade, os consumidores que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos vA?o receber a oferta de parcelamento.

ai???A oferta serA? feita nos canais de relacionamento e o cliente decide se adere ou nA?o Ai?? proposta. Caso nA?o aceite, nova oferta deverA? ser feita a cada 30 diasai???, explicou a Febraban.

Canais de relacionamento

Os bancos, pelos seus canais de relacionamento, tambAi??m alertarA?o o consumidor quando ele entrar no cheque especial, ai???destacando que esse crAi??dito deve ser utilizado em situaAi??Ai??es emergenciais e temporA?riasai???.

ai???Caso o consumidor opte pelo parcelamento do saldo devedor, os bancos poderA?o manter os limites de crAi??dito contratados, levando em consideraAi??A?o as condiAi??Ai??es de crAi??dito do consumidor ou estabelecer novas condiAi??Ai??es para a utilizaAi??A?o e pagamento do valor correspondente ao limite ainda nA?o utilizado e que nA?o tenha sido objeto do parcelamentoai???, disse a Febraban.

A Febraban informou ainda que o valor do limite de crAi??dito do cheque especial disponAi??vel para utilizaAi??A?o deverA? ser informado nos extratos de forma clara e apartada de modo a nA?o ser confundido com valores mantidos em depA?sito pelo consumidor na conta corrente.

As mudanAi??as foram feitas por meio de autorregulaAi??A?o. O Sistema de AutorregulaAi??A?o BancA?ria Ai?? um conjunto de normas criadas pelo prA?prio setor, com a participaAi??A?o do Banco ABC Brasil, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco Original, Banco Safra, Banco Toyota, Banco Volkswagen, Banco Votorantim, BanparA?, Banrisul, Bradesco, Caixa EconA?mica Federal, Citibank, China Construction Bank , ItaA? Unibanco, Mercantil do Brasil, Santander e Sicred.

Os dirigentes do Banco Central (BC) vinham indicando que a Febraban faria mudanAi??as no cheque especial, por meio da autorregulaAi??A?o, ainda este mA?s.

Saldo do cheque especial

Segundo dados do Banco Central, em janeiro de 2018 o saldo da carteira de crAi??dito do cheque especial era de R$ 24,3 bilhAi??es, representando 1,5% do total das operaAi??Ai??es com pessoas fAi??sicas (R$ 1,657 trilhA?o) e 0,8% do saldo das operaAi??Ai??es do Sistema Financeiro Nacional (R$ 3,066 bilhAi??es).

Se comparado com o volume total de operaAi??Ai??es com recursos livres (os bancos tA?m autonomia para definir os juros), o cheque especial representa 2,8% dessas operaAi??Ai??es.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta