Paraná Extra

Beto Ai?? alvo de aAi??A?o que pede restituiAi??A?o de R$ 19,8 milhAi??es

A 1A? Promotoria de JustiAi??a de ProteAi??A?o ao PatrimA?nio PA?blico de Curitiba ajuizou nesta semana, aAi??A?o civil pA?blica com pedido liminar de indisponibilidade de bens na qual requer que o ex-governadorAi??Beto Richa,Ai??que ocupou o cargo de janeiro de 2011 a abril de 2018, restitua aos cofres pA?blicos R$19.895.333,61 (em valores atualizados). O valor foi gasto com propaganda irregular em 2007 e no primeiro semestre de 2008, quando o polAi??tico era prefeito da capital e pretendia concorrer Ai??s eleiAi??Ai??es de 2008.

De acordo com a aAi??A?o, os gastos referem-se a ai???todas as propagandas em que topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg, topiramate 25 mg. a expressA?o Cidade da Gente apareceu grafada abaixo do brasA?o do municAi??pio, bem como as propagandas em que foram utilizados os slogans Curitiba, a Cidade da Gente e Curitiba Melhor Pra VocA?ai???, que ai???foram feitas de modo a beneficiar o entA?o prefeito, que concorreu Ai?? reeleiAi??A?oai???.

Alega o MinistAi??rio PA?blico que o entA?o prefeito ai???utilizou material de publicidade institucional para inserir sAi??mbolos e slogans de sua campanha polAi??tica, para sua autopromoAi??A?o perante os eleitoresai???, caracterizando ato de improbidade administrativa, por quebra dos princAi??pios da moralidade e da impessoalidade e por causar prejuAi??zo ao erA?rio. O ex-prefeito e ex-governador chegou a ser multado trA?s vezes pelo Tribunal Regional Eleitoral por conta da propaganda irregular, considerada propaganda eleitoral extemporA?nea.

AlAi??m disso, segundo o MPPR, houve enriquecimento ilAi??cito do polAi??tico, uma vez que ele ai???deixou de dispor de numerA?rio particular para a confecAi??A?o de material publicitA?rio para campanha eleitoral, custo este totalmente suportado pelo A?rgA?o pA?blicoai???.

Embora o ato de improbidade jA? tenha prescrito, a restituiAi??A?o ao erA?rio free viagara, free viagara, free viagara, free viagara, free viagara, free viagara. dos valores gastos irregularmente pode ser exigida.

Deixe uma resposta