Paraná Extra

BOPE prende quadrilha acusada de seqüestro e assalto

Quatro pessoas foram presas, duas armas apreendidas e um veículo e vários objetos oriundos de furto e roubo recuperados, na manhã desta segunda-feira (6), na cidade de Curitiba, capital do Estado, por policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), pertencente ao 1º Comando Regional de Polícia Militar (1º CRPM).

 

O grupo preso é suspeito de praticar roubo a uma churrascaria, no domingo (5), no município de Fazenda Rio Grande, localizado na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). “Além do furto, os suspeitos sequestraram familiares da vítima e exigiram mais R$ 10 mil em dinheiro do dono da churrascaria. Marcaram hora e local para que o dinheiro fosse entregue”, conta o Soldado Robson Peres de Paiva, que participou da ação.

 

Ainda de acordo com o soldado, o dono da churrascaria teria informado aos policiais que os suspeitos queriam o dinheiro por volta das 10h da segunda-feira (06), no viaduto do Xaxim, localizado na Linha Verde, em Curitiba . Diante dessas informações, a equipe de policiais se deslocou até lá. “No momento em que o suspeito pegou o dinheiro no lugar combinado, os policiais realizaram a abordagem”, relata R.Peres.

 

Efetuada uma busca pessoal no rapaz que foi buscar o dinheiro, os PMs encontraram uma arma de fogo. Na residência do suspeito foi localizado um veículo que havia sido roubado no dia anterior e diversos objetos oriundos de furto e roubo. Segundo informações do soldado R.Peres, ao ser questionado sobre os supostos roubos, o rapaz teria indicado a localização de mais dois homens que o ajudaram.

 

A equipe de policiais militares se deslocou até uma residência no município de Colombo , onde localizaram mais uma arma de fogo e outros diversos objetos roubados. No total, quatro homens foram presos, entre eles um possuía mandado de prisão e outro era foragido da justiça, duas armas foram apreendidas e vários objetos, incluindo um veículo, foram recuperados.

 

Os envolvidos, juntamente com os materiais apreendidos, foram encaminhados a Delegacia de Furtos e Roubos de veículos (DFRV) para que os procedimentos legais fossem tomados.

Deixe uma resposta