Paraná Extra

Celular de Eduardo Cunha serA? enviado a Moro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin deferiu pedido apresentado pelo juiz da 13A? Vara Federal de Curitiba, SA�rgio Moro, para ter acesso a arquivos de mA�dia e ao aparelho celular do ex-deputado federal Eduardo Cunha, de forma a viabilizar a realizaA�A?o de perA�cia requerida pela defesa. A decisA?o foi tomada na AA�A?o Cautelar (AC) 4044, na qual o Supremo autorizou busca e apreensA?o visando A� apuraA�A?o da prA?tica de crimes relacionados a desvios na Petrobras.

Eduardo Cunha e Solange Pereira de Almeida respondem a processo perante a 13A? Vara Federal de Curitiba referente aos fatos narrados na AA�A?o Penal (AP) 982, baixada A�quela instA?ncia em setembro de 2016 em virtude da cassaA�A?o do entA?o parlamentar e da perda de foro por prerrogativa de funA�A?o. No pedido, o juiz relata que, no curso da investigaA�A?o no STF, foi autorizada, na AC 4044, a apreensA?o do aparelho celular de Cunha, no qual foram realizadas perA�cias e elaborados dois laudos. Com a baixa do processo, os laudos foram enviados A� primeira instA?ncia, mas nA?o os arquivos de mA�dia correspondentes. Assim, pediu o envio dos arquivos e do aparelho para realizaA�A?o de perA�cia, solicitada pela defesa a fim de confirmar a autenticidade das mensagens.

Segundo o ministro Edson Fachin, embora as mA�dias e o celular ainda permaneA�am sob a custA?dia do STF, mostra-se a�?legA�timoa�? o deferimento pelo juA�zo de origem de produA�A?o de prova pericial em bens apreendidos no interesse de processo que atualmente estA? sob aquela jurisdiA�A?o. Com isso, determinou a entrega do material aos peritos federais criminais a serem designados.

Deixe uma resposta