Paraná Extra

China é o segundo maior exportador de produtos farmacêuticos ao Brasil

A China se tornou em 2020 o segundo maior exportador de produtos farmacêuticos ao Brasil. Dados do ComexStat, portal estatístico de comércio exterior do Governo Federal, mostram que o Brasil importou até setembro 3,5 mil toneladas em remédios e insumos farmacêuticos do gigante asiático, um salto de 25,8% na comparação com o ano passado. Nesse ranking, a China perde somente dos EUA, que encabeçam a lista com 3,7 mil toneladas. Ao lado da Índia, a China é tradicionalmente um grande fornecedor global de princípios ativos de remédios. A estimativa da indústria é que 70% dos insumos essenciais ao funcionamento de remédios fabricados no Brasil venham dos chineses. Os medicamentos são compostos de uma parte de princípio ativo, que é o que vai atuar contra a doença, e o restante de excipientes, que são produtos que dão suporte à atuação dos primeiros no organismo. Nas décadas de 60 e 70, o Brasil produzia metade dos insumos consumidos, mas a redução de preços no mundo todo fez a indústria nacional perder competitividade.

Deixe uma resposta