Paraná Extra

Chuvas elevam em 2,2% previsA?o da safra para este ano

A intensidade das chuvas de dezembro determinou uma projeA�A?o de aumento de 2,2% na safra agrA�cola deste ano. Os A?ltimos prognA?sticos apontam para uma produA�A?o total de cereais, leguminosas e oleaginosas de 224,3 milhA�es de toneladas, ainda assim resultado 6,8% menor do que a safra recorde de 2017.

As informaA�A�es constam do terceiro prognA?stico para a safra 2018, referentes ao Levantamento SistemA?tico da ProduA�A?o AgrA�cola (LSPD) divulgado hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e EstatA�stica (IBGE). Os dados confirmam as expectativas de que a safra de 2018 serA? bem inferior A� safra recorde do ano passado.

Pelos nA?meros divulgados pelo IBGE, o prognA?stico da safra de grA?os para 2018 aumentou de 219,5 milhA�es de toneladas para 224,3 milhA�es. O aumento, embora nA?o reverta a expectativa de safra menor em 2018, ocorreu em razA?o da abundA?ncia de chuvas no ultimo mA?s do ano passado.

a�?Em novembro, a estiagem prolongada tinha levado a um atraso no inA�cio do plantio, mas a abundA?ncia de chuvas em dezembro mudou esse quadro, levando a um ajuste nos prognA?sticos de A?rea colhida e volume de produA�A?o do arroz, da soja e da primeira safra do milhoa�?, explica o pesquisador do IBGE, Carlos Alfredo Guedes.

ProduA�A?o nacional de grA?os

Segundo ele, juntos a�?estes trA?s produtos constituem quase 95% da estimativa de produA�A?o nacional de grA?osa�?. As A?ltimas projeA�A�es do Levantamento SistemA?tico indicam que a safra de soja em 2018 deverA? atingir 112,3 milhA�es de toneladas, a de arroz serA? de 11,7 milhA�es de toneladas e as duas safras de milho deverA?o ficar em 26,6 milhA�es e 57,9 milhA�es de toneladas, respectivamente.

O pesquisador reafirma, porA�m, que, por enquanto, a�?a previsA?o A� de uma safra anual menor do que a de 2017, estimada em 240,6 milhA�es de toneladas.

a�?A� importante lembrar que a base de comparaA�A?o A� bem alta, porque em 2017 tivemos uma safra recorde. Por isso, a variaA�A?o do volume total deve ser negativa, mas ainda assim estA? bem melhor do que prevA�amos em novembroa�?, disse Carlos Alfredo.

Entre os cinco produtos de maior importA?ncia para a prA?xima safra, trA?s devem apresentar variaA�A�es negativas na produA�A?o: arroz em casca (-5,9%), milho 1A? safra (-14,4%) e soja em grA?o (-2,4%).

As possA�veis variaA�A�es positivas sA?o: algodA?o herbA?ceo em caroA�o (4,7%) e feijA?o 1A? safra (5,0%). Neste prognA?stico, as informaA�A�es de campo representaram 98,1% da produA�A?o nacional prevista, enquanto que as projeA�A�es responderam por apenas 1,9% do total agora estimado.

NA?meros da safra de 2017

As estimativas de dezembro do Levantamento SistemA?tico, ao fecharem os nA?meros da safra do ano passado, confirmaram as previsA�es de recorde na produA�A?o agrA�cola de 2017, que totalizou 240,6 milhA�es de toneladas, resultado 29,5%, ou 54,8 milhA�es de toneladas, maior que as 185,8 milhA�es de toneladas produzidas na safra anterior.

A A?rea a ser colhida (61,2 milhA�es de hectares) cresceu 7,2% frente a 2016 (57,1 milhA�es de hectares). Em relaA�A?o aos dados de novembro (241,9 milhA�es de toneladas), a estimativa da produA�A?o caiu 0,5%.

O arroz, o milho e a soja sA?o os trA?s principais produtos deste grupo, que, somados, representaram 94,4% da estimativa da produA�A?o e responderam por 87,9% da A?rea a ser colhida.

Em relaA�A?o a 2016, houve aumento de 2,2% na A?rea da soja, de 19,3% na A?rea do milho e de 4,3% na A?rea de arroz. Na produA�A?o, houve acrA�scimos de 19,4% para a soja, 55,2% para o milho e 17,2% para o arroz.

Na avaliaA�A?o para 2017, Mato Grosso liderou como maior produtor nacional de grA?os, com uma participaA�A?o de 26,3%, seguido pelo ParanA? (17,3%) e Rio Grande do Sul (14,7%), que, somados, representaram 58,3% do total nacional previsto.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta