Paraná Extra

Cida Borghetti diz não se sentir confortável em apoiar Beto Richa

Um dia após a prisão do ex-governador Beto Richa por suspeita de fraudes em recursos para a Patrulha Rural, a governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti (PP) disse depakote er nonprescription. que pediu providências ao seu partido sobre como seguirá a campanha eleitoral e o apoio ao candidato ao Senado, o ex-governador Beto Richa, pela coligação encabeçada por ela.

Foi durante entrevista ao vivo dada hoje (12) ao programa “Boa tarde Paraná”, da RPC, quando confessou se sentir “desconfortável” em relação a Beto.

“Eu acredito que o partido e a nossa coligação vão tomar uma atitude. Não houve manifestação, mas eu estou pedindo. Particularmente eu entendo que não é possível manter o apoio, não é confortável para nenhum dos lados”, declarou a governadora.

Professores

Questionada sobre o confronto do dia 29 de abril de 2015 entre a polícia e manifestantes contrários a mudanças no custeio do Regime Próprio da Previdência Social dos servidores estaduais, Cida apontou que faltou diálogo, erro das duas partes e que pediu ao ex-governador que recuasse.“Fiz a minha manifestação ao então governador de que era necessário recuar, se possível tirar o projeto da Assembleia para que não houvesse o que aconteceu. Infelizmente os dois lados errara. Eu não fui ouvida, mas me manifestei aliás até através de um bilhete. Coloquei três pontos que deveriam ser observados”, lembrou.

Deixe uma resposta