Paraná Extra

Cida demite diretor da Copel apA?s divulgaA�A?o de A?udio

ApA?s a divulgaA�A?o dos A?udios que indicam que o governo Beto Richa atuou para favorecer a Odebrecht em uma obra bilionA?ria, o ex-assessor Deonilson Roldo foi exonerado do cargo de diretor de GestA?o Empresarial da Copel. A demissA?o foi determinada pela governadora Cida Borghetti no comeA�o da noite desta sexta-feira (11).

De acordo com reportagem da Revista IstoA�, Deonilson Roldo foi flagrado em uma conversa, em fevereiro de 2014, na qual afirma que havia um a�?compromissoa�? para que a Odebrecht vencesse a licitaA�A?o da PR-323, rodovia no Noroeste do estado. Os A?udios reforA�am inquA�rito, hoje nas mA?os do juiz Sergio Moro, que acusa o ex-governador de receber R$ 2,5 milhA�es da empreiteira por meio de caixa dois. Ao renunciar ao governo do ParanA? para disputar uma vaga no Senado, Beto Richa perdeu o foro privilegiado, e como consequA?ncia imediata, um dos inquA�ritos da Lava Jato contra ele foi parar nas mA?os de Moro.

Em nota, divulgada durante no fim da tarde desta sexta, Roldo afirmou que nunca cometeu qualquer irregularidade em 34 anos de trabalho na administraA�A?o pA?blica. a�?Estou sendo vA�tima de chantagem continuada, a partir de uma gravaA�A?o clandestina feita por pessoa que esteve uma A?nica vez em meu gabinete, no Governo do Estado, em 2014, buscando informaA�A�es sobre uma Parceria PA?blico-Privada. A prA?pria conversa, repito, gravada de forma premeditada, ilegal e com interesses escusos, mostra que nA?o houve pedido de favorecimento a ninguA�m. Tampouco os fatos posteriores indicaram que pudesse ter havido qualquer prejuA�zo aos interesses da AdministraA�A?o PA?blica. Nunca interferi ou sugeri qualquer direcionamento no processo licitatA?rio da PR-323a�?, garantiu

Deixe uma resposta