Paraná Extra

Cidades paranaenses entre as que mais derrubaram a Mata Atlântica

No período entre 2018 e 2019, 71% do desmatamento na Mata Atlântica ocorreram em menos de 3% dos municípios do bioma, que envolve no total 3.429 cidades. No total, cerca de 400 desmataram a floresta nativa neste período, pouco mais de 10% dos municípios do bioma.
Essa também foi a média de municípios desmatadores dos últimos 10 anos, apesar de existir uma variação entre 200 e 550 cidades por ano.
As informações são do Atlas dos Municípios da Mata Atlântica, iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) realizada desde 2000.

Conforme os dados contidos no Atlas, foram desmatados no período 14.502 hectares, um crescimento de 27,2%, após dois períodos consecutivos de queda, se comparado com o período anterior, que foi de 11.399 hectares.
Segundo o ranking que foi elaborado, duas cidades paranaenses aparecem entre as dez com maior registro de desmatamento. Nova Laranjeiras aparece na quarta posição, com 332 hectares desmatados. Guarapuava, na região central, ficou em sétimo lugar, com a perda de 218 hectares.

Deixe uma resposta