Paraná Extra

Começa a Semana da Arte, Cultura e Literatura em 80 espaços

A Semana de Arte, Cultura e Literatura teve início na noite desta segunda-feira (13/8) com o concerto Big Belas Band, na Capela Santa Maria, no Centro. Até sábado (18/8), a Semana de Arte, Cultura e Literatura vai oferecer 18,9 mil vagas para 285 ações artístico-culturais em 80 diferentes espaços da cidade.

Toda a programação é gratuita, com espetáculos teatrais, de música, dança, cinema, exposições de arte, cursos e oficinas. Também serão feitas palestras, contação de histórias, mediações de leitura, além de aulas experimentais de italiano e espanhol.

A secretária municipal da educação, Maria Sílvia Bacila e a presidente da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Ana Cristina de Castro participaram do concerto de abertura da Semana de Arte, Cultura e Literatura.

Resultado de parceria entre a Secretaria Municipal da Educação e a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), o evento é voltado à formação cultural dos profissionais das duas áreas, com vagas abertas também à comunidade.

Veredas Formativas

A Semana de Arte, Cultura e Literatura integra as ações do Veredas Formativas, novo programa de formação dos profissionais da Secretaria Municipal da Educação, pautado na autonomia do servidor. O programa, explicou Maria Sílvia, oferece diferentes modalidades formativas para que cada um opte pela modalidade que melhor contempla sua necessidade de formação, de acordo com o seu momento profissional.

“É uma ampla e fantástica programação, com múltiplas possibilidades de escolhas ao longo da semana. Desejamos que todos tenham experiências estéticas ricas e que aumentem o repertório da vida profissional e, especialmente a vida pessoal”, disse a secretária municipal da educação.

Ao destacar a importância do trabalho integrado entre as equipes da Educação e Cultura na realização do evento, Maria Sílvia convidou os presentes a usufruírem dos espaços e ações artístico culturais da cidade também ao longo de outras semanas.

“Diante de uma programação tão instigante fica a provocação para que vocês vivam outras Semanas de Arte e Cultura aproveitando todas as possibilidades e ações oferecidas pelo município, nos diferentes espaços e bairros da cidade”, disse.

Aproximando pessoas

Para a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, a semana servirá como movimento para despertar a comunicação, interpretação e a reflexão por meio da música, dança, cinema, literatura e demais manifestações artísticas. “É a arte aproximando pessoas, tornando possível o reconhecimento das semelhanças e das diferenças vinculadas às várias formas artísticas”, disse Ana Castro.

O show de abertura com a Big Belas Band foi uma mostra da boa qualidade dos espetáculos que os participantes têm à disposição. Formada por alunos e ex-alunos da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), a banda encantou a plateia com um repertório que mesclou músicas de Tom Jobim, bossa nova, sambas a canções de jazz, blues e composições autorais.

“Foi uma boa oportunidade para fugir da rotina, conhecer um novo espaço e aproveitar tudo na companhia do marido”, disse a coordenadora administrativa da Escola Municipal Santa Ana Mestra, no Tatuquara, Joceli Souza e Silva. Ela foi ao concerto acompanhada do marido, o vendedor Márcio Souza viagra generic aus deutschland. e Silva, que também nunca havia ido à Capela Santa Maria.

“As crianças da escola que vinham participar de projetos neste espaço voltavam fascinadas pela experiência e hoje chegou a minha vez de vivenciar isso”, contou Joceli.

Também foi especial a noite da professora Ivani Vieira dos Santos do Nascimento, da Escola Municipal Durival de Britto e Silva, no Cajuru. Ela foi ao concerto levando o filho Antônio Mateus, 14 anos, e a tia Maria Fortunato da Silva. “Um privilégio viver isso em família. Essa semana representa um sopro de inspiração, uma pausa para o deleite e as emoções que a arte pode nos proporcionar”, disse Ivani.

Além dos espaços centrais, todas as regionais terão ações culturais. “Nosso objetivo é envolver os profissionais em atividades artístico-culturais, que exercitem novos olhares”, explicou a gerente de Educação e Cultura da Secretaria Municipal da Educação, Margareth Fuchs. O primeiro dia do evento, avaliou Margareth foi bastante aproveitado pelos profissionais, com espetáculos cheios e boa participação do público.

“Os servidores destas áreas já aguardam com expectativa a realização do evento que é de ampliação de repertório, de encontro entre amigos e valorização da arte e cultura”, completou Margareth. As inscrições são feitas com antecedência, porém, ainda há vagas disponíveis. A programação está no portal Cidade do Conhecimento, da Educação.

Bienal

Paralelamente a Semana acontece o Seminário da IV Bienal de Arte/Educação, evento para discussão do processo da Bienal/2018 como preparação para a Mostra/2019. Participam a curadora da bienal, Débora Bruel (Embap), e profissionais da área, entre eles Felipe Almeida (Embap), Guilherme Romanelli (UFPR), Elmarina Samways (arte-educadora em Madri), a artista Sandra Hirimoto.

Também haverá o Intercâmbio Acadêmico e Cultural em que os profissionais da educação farão uma exposição oral de dissertações e teses de pós-graduação no auditório da Biblioteca Pública do Paraná.

Deixe uma resposta