Paraná Extra

Como carregar seu celular sem rede elétrica em 3 passos simples

Se você estiver diante de um desastre natural, como o furacão Irma, ou mesmo de uma inundação ou terremoto, é provável que em algum momento você fique sem luz.

Mas isso não acontece apenas em situações de vida ou morte. Imagine que sua bateria acabe enquanto você estiver acampando em um local isolado.

Qualquer que seja o caso, estes três passos vão ajudá-lo.

Itens para carregar celular sem eletricidade
Itens essenciais para carregar um celular sem eletricidade: adaptador USB para carros, cabo do próprio telefone, pilha de 9 volts e clipe de metal (Crédito: YouTube/Mundo Top)

Do que você precisa?

Para carregar seu celular sem ter de plugá-lo à tomada, você vai precisar de: um adaptador USB para carros, o cabo do seu próprio telefone, uma pilha de 9 volts e um clipe de metal.

O que você vai fazer é conduzir a eletricidade da bateria até o telefone.

Você vai transportar partículas eletricamente carregadas usando um meio de transmissão, ou seja, um condutor elétrico, que, neste caso, será um clipe metálico. O objetivo é formar um pequeno campo elétrico artesanal – de baixa intensidade – que pelo menos lhe permitirá fazer chamadas de emergência ou enviar mensagens.

Passo 1: abrir o clipe metálico e enroscá-lo em um dos polos da bateria

Mão com clipe
Metais são bons condutores de eletricidade (Crédito: YouTube/Mundo Top)

As baterias ou pilhas contêm dois polos. Um deles tem um sinal positivo e o outro, negativo. Ao conectar esses dois polos, os elétrons fluem do polo negativo ao positivo. Para gerar esse campo elétrico, usa-se um objeto metálico porque os metais são bons condutores de eletricidade.

Os metais permitem o fluxo de elétrons de um ponto a outro. Neste caso, você deve abrir o clipe metálico e enroscá-lo no polo negativo da pilha.

Como indica a imagem, uma extremidade do clipe fica na parte de cima e a outra aponta para o lado de fora.

Mão com bateria e clipe
Baterias ou pilhas têm dois polos: positivo e negativo (Crédito: YouTube/Mundo Top)

Passo 2: Colocar o adaptador para carros no polo positivo da bateria

O passo seguinte consiste em colocar o adaptador USB para carros no outro polo. A partir daí, o campo elétrico é gerado.

Circuito elétrico
Neste exemplo, usamos um clipe metálico, mas também poderia ser a mola de uma caneta esferográfica (Crédito: YouTube/Mundo Top)

Passo 3: Empurrar o clipe em direção à parte metálica que está encostada no adaptador

O último passo é fazer com que os dois metais entrem em contato – o clipe com a parte metálica do adaptador. Dessa forma, será possível fazer fluir os elétrons e gerar eletricidade.

Contato entre clipe e adaptador
 A partir do contato entre os metais, elétrons fluem de um polo a outro (Crédito: YouTube/Mundo Top)

Concluída essa etapa, só falta plugar o cabo USB no celular, igual a quando você o carrega em um computador.

Todas as pilhas ou baterias contêm eletrólitos e outras substâncias químicas que reagem entre si, fazendo com que comecem a se mover freneticamente e gerem energia. Em outras palavras: a energia química é transformada em energia elétrica.

Sem isso, não conseguiríamos armazenar energia em pequenos dispositivos capazes de salvar nossa vida quando não temos acesso à eletricidade.

Celular sendo carregado
Momento ideal para conectar celular por meio de cabo USB é quando elétrons estão passando de um polo a outro (Crédito: YouTube/Mundo Top)

Tal método caseiro para carregar o celular não é o único. Basta navegar na internet para descobrir várias ideias parecidas – outras nem tanto – que funcionam com o mesmo princípio.

(BBC Brasil)

Deixe uma resposta