Paraná Extra

Condenada mulher que mandou matar marido para ficar com seguro

O Tribunal do JA?ri de GoioerA?, no Centro-Ocidental paranaense, condenou a sete anos de prisA?o uma mulher que mandou matar o prA?prio marido, do qual estava se separando, para receber um seguro de vida. De acordo com a denA?ncia, a mulher contratou uma pessoa para cometer o crime em uma emboscada. Mesmo alvejada por um disparo de arma de fogo, a vA�tima conseguiu buscar socorro e sobreviveu. A tentativa de homicA�dio ocorreu em 9 de outubro de substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline, substitute for doxycycline. 2007.

Os jurados acolheram as teses apresentadas pelo MinistA�rio PA?blico do ParanA?, considerando o homicA�dio tentado como duplamente qualificado (dissimulaA�A?o e recurso que dificultou a defesa da vA�tima). A pena deverA? ser cumprida em regime inicial semiaberto.

Quanto ao executor do crime, ainda nA?o foi julgado a�� seu processo estA? pendente de julgamento de recurso no Tribunal de JustiA�a do ParanA?.

Deixe uma resposta