Paraná Extra

Construção civil paranaense espera sair do negativo no ano que vem

A partir do próximo ano o setor da construção civil no Paraná espera sair do negativo. Balanço divulgado pelo Sindicato da Indústria da Construção no Estado aponta que a expectativa é de crescimento de 2% em 2018 no país. Nos últimos quatro anos houve quedas consecutivas de -6 neste ano, -5,6% em 2016, -9 em 2015 e de -2,1% em 2014.

Segundo o Sinduscon, os dois principais fatores para a retomada no ano que vem são a redução na taxa de juros (que volta a facilitar o crédito para os compradores) e o recente retorno dos investimentos no país. Dados do IBGE mostram que o último trimestre teve uma alta de 1,6% na Formação Bruta de Capital Fixo, que mede os investimentos. Este índice vinha de 5 anos consecutivos de queda. Uma das grandes expectativas para a retomada do setor é a entrada no mercado de um crédito chamado Letra Imobiliária Garantida.

Regulamentados pelo Banco Central em agosto, os papéis podem ser emitidos por bancos e comprados por investidores. Junto com seu balanço anual, o Sinduscon divulgou ontem (quarta) um ‘manifesto’ contra as recentes altas de impostos, citando o aumento do IPTU pela prefeitura e do ICMS pelo governo, além da tentativa de alta do ISS. Segundo o Sinduscon, a alíquota do ISS pode subir de 2 para até 5% no setor.

Deixe uma resposta