Paraná Extra

Cortes do governo federal atingiram duplicaA�A?o de rodovia em Foz

O governo federal anunciou neste fim de semana que, devido a greve dos caminhoneiros, para reequilibrar as contas, foi necessA?rio cortar obras que estavam previstas para o orA�amento deste ano. No ParanA?, foram retirados do orA�amento R$ 104 milhA�es. Dinheiro que seria investido nas obras em rodovias. Foz do IguaA�u A� uma das cidades que lamentou a noticia.

Os cortes anunciados pelo governo federal afentam diretamente uma das obras mais esperadas, a duplicaA�A?o da BR 469, a conhecida Rodovia das Cataratas. A� o corredor turA�stico da cidade que leva para o Aeroporto Internacional e tambA�m para os principais atrativos da cidade como o parque nacional do iguaA�u, onde ficam as Cataratas do IguaA�u. O projeto previa a duplicaA�A?o dos nove quilA?metros de rodovia. O corte anunciado pelo governo resulta da retirada de R$ 43 milhA�es, dinheiro que seria para viabilizar a obra.

O prefeito Chico Brasileiro lamentou o corte anunciado pelo Governo Federal e informou que enviou uma comitiva, composta por ele, o vice-prefeito, secretA?rios, vereadores e entidades. A comitiva vai acompanhar os deputados federais em BrasA�lia e tentar fazer com que o dinheiro seja colocado no orA�amento deste ano para que a obra ainda se torne realidade.

O presidente Michel Temer justificou o corte no orA�amento dizendo que A� para compensar o desconto de R$ 0,46 por litro de diesel. Com o fim da greve dos caminhoneiros, o governo cortou R$ 370 milhA�es para 37 obras em 18 estados e no Distrito Federal. O ParanA? foi o estado que mais sente com a decisA?o.

(Catve)

Deixe uma resposta