Paraná Extra

Cresce o número de adolelescentes que querem colocar silicone nos seios


Colocar silicone nos seios é o sonho de muitas jovens. Os motivos são inúmeros, mas a vaidade ocupa o topo da lista. Na verdade, a função da prótese de silicone pode ir muito além da simples vontade: ela também pode ser necessária para corrigir assimetrias e doenças. Diante do fenônemo do aumento incessante de adolescentes que tem a vontade de fazer esta cirurgia plástica, o SRZD resolveu entrar em contato com o cirurgião plástico e diretor do Centro de Medicina Integrada, Rubem Penteado.

O especialista explica que, apesar de algumas jovens terem o desejo de aumentar os seios quando ainda estão em fase de crescimento, o melhor é esperar que este período acabe. “O final do desenvolvimento das mamas se dá quando a menina tem mais ou menos 18 anos. É com essa idade que indicamos que se faça a cirurgia”.

Rubem conta que a jovem que coloca silicone costuma a ter uma reação “maravilhosa” com o resultado. Ela passa a ficar mais confiante por estar dentro dos padrões da sociedade em que vive. “A divulgação de imagens de mulheres com seios grandes é muito veiculada. As meninas se sentem inferiorizadas com relação às amigas. Porém, diferente do que pensam, elas são cobradas por elas mesmas. Os meninos não fazem questão disso”. O quê? É isso mesmo? Exatamente. O cirurgião conta que o seio pequeno, assim como a celulite, não tem esse peso todo para o homem. “Não existe esse fetiche todo pelos seios. Também não existe uma regra. Cada homem gosta de uma coisa diferente. Eles não pensam só em peitos”, diz, bem humorado.

Cirurgia responsável: não é preciso exagerar

Rubem Penteado nos conta uma coisa engraçada: “Tem meninas que chegam aqui e já sabem tudo o que querem fazer. Já vêm com tudo anotadinho: quantidade de silicone, formato da prótese e até mesmo o material que a constitui. Mas elas não têm a menor ideia de como vai ficar o resultado daquilo. Elas devem confiar no médico porque ele vai saber exatamente do que ela precisa”.

O cirurgião explica que é dever de toda a categoria não permitir que sejam concretizadas ideias absurdas. Então, é preciso sempre ter bom senso e não tornar o corpo vulgar, e sim harmonioso.

Então, meninas, se vocês estão com a ideia de colocar uma prótese gigante de silicone nos seios, que tal repensar um pouquinho? Rubem conta que a competição entre as jovens é muito grande, e a vontade se ser melhor do que a outra acaba fazendo com que ideias loucas invadam suas mentes, tais como colocar próteses exageradas nas mamas. “A gente precisa também pensar nas estrias, flacidez, cicatrização e rejeição que o organismo pode manifestar. Tudo isso será levado em conta na hora de o médico ajudar a paciente”.

Do SRZD

Deixe uma resposta