Paraná Extra

Cuidados com a pele no verA?o segundo os dermatologistas

Durante o verA?o, aumentam as atividades realizadas ao ar livre. A radiaA�A?o solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando o risco de queimaduras, cA?ncer da pele e outros problemas. Por isso, nA?o podemos deixar a fotoproteA�A?o de lado. Veja a seguir dicas da Sociedade Brasileira de Dermatologia para aproveitar a estaA�A?o mais quente do ano sem colocar a saA?de em risco.

Roupas e acessA?rios
AlA�m do filtro solar, no verA?o A� importante usar chapA�u e roupas de algodA?o nas atividades ao ar livre, poisA�eles bloqueiam a maior parte da radiaA�A?o UV.A� Tecidos sintA�ticos, como o nylon, bloqueiam apenas 30%. Evite a exposiA�A?o solar entre 10 e 16 horas (horA?rio de verA?o). As barracas usadas na praia devem ser feitas de algodA?o ou lona, materiais que absorvem 50% da radiaA�A?o UV.A� Outro objeto que tem extrema importA?ncia sA?o os A?culos de sol, que previnem catarata e outras lesA�es nos olhos.

Filtro solar
O verA?o A� o momento de intensificar o uso de filtro solar, que deve ser aplicado diariamente, e nA?o somente nos momentos de lazer.A� Os produtos com fator de proteA�A?o solar (FPS) 30, ou superior, sA?o recomendados para uso diA?rio e tambA�m para a exposiA�A?o mais longa ao sol (praia, piscina, pesca etc.).

O produto deve proteger contra os raios UVA (indicado pelo PPD) e contra os raios UVB (indicado pelo FPS). Aplicar o produto 30 minutos antes da exposiA�A?o solar, para que a pele o absorva. DistribuA�-lo uniformemente em todas as partes de corpo, incluindo mA?os, orelhas, nuca e pA�s. Reaplicar a cada duas horas. PorA�m, atenA�A?o, esse tempo diminui se houver transpiraA�A?o excessiva ou se entrar na A?gua.

Dica:A�o uso de fluidos siliconados nas pontas dos cabelos impede que eles se danifiquem com o vento, sol ou maresia.

A� importante tambA�m proteger as cicatrizes, especialmente as novas, que podem ficar escuras se expostas ao Sol. JA? as antigas tambA�m devem ser protegidas, pois hA? risco de desenvolvimento de tumores, apesar de ser um evento raro. A proteA�A?o pode ser feita com uso de barreiras fA�sicas como adesivos, esparadrapos ou por meio do uso de filtro solar.

Em crianA�as, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele que A� mais sensA�vel, de preferA?ncia filtros fA�sicos. Recomenda-se buscar orientaA�A?o com pediatra ou dermatologista sobre qual o melhor produto para cada caso. A� preciso que crianA�as e jovens criem o hA?bito de usar o protetor solar diariamente.

Alerta: pessoas de pele negra tA?m uma proteA�A?o a�?naturala�?, pela maior quantidade de melanina produzida, mas nA?o podem se esquecer da fotoproteA�A?o, pois tambA�m estA?o sujeitas a queimaduras, cA?ncer da pele e outros problemas. Assim como as pessoas de pele mais clara, precisam usar filtro solar, roupas e acessA?rios apropriados diariamente.

HA?bitos diA?rios
As temperaturas mais quentes exigem hidrataA�A?o redobrada, por dentro e por fora. Portanto, deve-se aumentar a ingestA?o de lA�quidos no verA?o e abusar da A?gua, do suco de frutas e da A?gua de coco. Todos os dias, aplicar um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade adequada de A?gua na pele.

Alguns alimentos podem ajudar na prevenA�A?o aos danos que o sol causa A� pele, como cenoura, abA?bora, mamA?o, maA�A? e beterraba, pois contA?m carotenA?ides, substA?ncia que se deposita na pele e tem importante aA�A?o antioxidante. Ela A� encontrada em frutas e em legumes de cor alaranjada ou vermelha.

No verA?o estamos mais dispostos a comer de forma mais saudA?vel, ingerindo carnes grelhadas, alimentos crus e cozidos; frutas e legumes com alto teor de A?gua e fibras e baixo de carboidratos. Apostar nesses alimentos ajuda na hidrataA�A?o do corpo, previne doenA�as e adia os sinais do envelhecimento.

No banho, recomenda-se usar sabonetes compatA�veis com o tipo de pele, porA�m, sem excesso. A temperatura da A?gua deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento.

DoenA�as da pele

A combinaA�A?o sol, areia, praia, piscina e excesso de suor elevam o risco de algumas doenA�as da pele. Saiba mais a seguir:

Micoses: infecA�A�es causadas por fungos e que podem ocorrer na pele, unhas e cabelos.A� Quando encontram condiA�A�es favorA?veis ao seu crescimento, como calor, umidade e baixa de imunidade, estes fungos se reproduzem e passam entA?o a causar a doenA�a. Os pA�s, a virilha e as unhas sA?o os lugares mais comuns em que elas aparecem, mas isso nA?o significa que outras partes do corpo estejam imunes. Vale lembrar que ninguA�m estA? livre delas, crianA�as, jovens, adultos e idosos. A melhor forma de evitA?-las A� manter hA?bitos de higiene, como: secar-se bem apA?s o banho, principalmente A?reas de dobras da pele, como virilha, entre os dedos dos pA�s e axilas. Deve-se tambA�m evitar andar descalA�o em pisos constantemente A?midos (lava-pA�s, vestiA?rios, saunas). Recomenda-se, ainda, evitar calA�ados fechados o mA?ximo possA�vel, optando pelos mais largos e ventilados. Importante tambA�m A� usar somente o seu material para manicure.
Brotoejas: pequenas bolinhas que surgem, especialmente em bebA?s, devido ao contato da pele com o suor, principalmente nas a�?dobrinhasa�? da prA?pria pele ou das roupas. Podem ser bolhas transparentes com pouca coceira ou a�?bolinhasa�? avermelhadas que coA�am bastante. Usar roupas leves e soltas e evitar locais muito abafados que propiciam a sudorese excessiva sA?o algumas dicas para evitar brotoejas, sobretudo em pessoas predispostas.
Manchas e sardas brancas: as manchas e as sardas brancas surgem devagar e, quando menos se espera, lA? estA?o elas.A� Representam danos que os raios solares causaram na pele e aparecem gradativamente com o tempo, principalmente nas A?reas expostas da pele.
As manchas senis ou melanoses solares, em geral, sA?o escuras, de coloraA�A?o entre castanho e marrom. Surgem em A?reas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mA?os e dos braA�os, o colo e os ombros. JA? as sardas brancas aparecem quando hA? aA�A?o acumulativa da radiaA�A?o solar sobre A?reas de pele expostas ao sol de forma prolongada e repetida ao longo da vida. A melhor forma de evitA?-las A� nA?o se esquecer do protetor solar. Essas lesA�es sA?o benignas, nA?o evoluem para o cA?ncer da pele, entretanto, recomenda-se avaliaA�A?o pelo dermatologista para diferenciA?-las de lesA�es suspeitas, que merecem uma avaliaA�A?o mais detalhada.
Acne solar: provocada pela mistura da oleosidade aumentada da pele, sudorese, uso do filtro solar e da prA?pria radiaA�A?o solar. Recomenda-se lavar o rosto com um sabonete adequado para o tipo de pele, usar tA?nicos mais adstringentes e filtros solares com base aquosa ou em gel, o que pode diminuir a oleosidade.

(SBD)

Deixe uma resposta