Paraná Extra

Curitiba atingiu meta de redução de mortes no trânsito

No ano passado, Curitiba registrou menos de 9 mortes no trânsito a cada 100 mil habitantes. Os dados levam em conta a projeção da população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o jornal Folha de São Paulo, o número coloca a capital paranaense entre as seis capitais que alcançaram a meta de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito.

A capital paranaense teve o quinto melhor desempenho ao baixar a taxa de mortalidade no trânsito em 50,72%, no período de 2011 a 2018.

Um estudo recente da Prefeitura de Curitiba revelou que a cada hora, 35 motoristas desrespeitam o limite de velocidade na cidade. No primeiro semestre, foram 153.816 autuações de trânsito por excesso de velocidade.

Os dados da Secretaria de Defesa Social e Trânsito de Curitiba mostram que a situação mais comum é do motorista que trafega em velocidade superior à máxima em até 20%. Esses casos representam 90% do total de infrações registradas.

A meta de redução de mortes no trânsito no país foi pactuada junto à Organização das Nações Unidas (ONU) e leva em conta o período de 2011 a 2020, ou seja, o próximo ano é o último para que as cidades brasileiras cumpram a meta.

Além de Curitiba, aparecem na lista das capitais que cumpriram o índice projetado as cidades de Rio Branco (AC), com -64,22%; Salvador (BA), com -54,85%; Belo Horizonte (MG), -54,01%; Aracaju (SE), -53,77%; e Porto Alegre (RS), -50,24%.

Deixe uma resposta