Paraná Extra

Curitiba pode adotar restrições em função do aumento da Covid-19

O avanço da Covid-19 em Curitiba pode imprimir novas restrições às atividades comerciais, a partir da próxima segunda-feira (30). Nesta sexta-feira (27) será avaliado o decreto municipal que instituiu a bandeira na cor da bandeira, atualmente classificada com amarela – alerta de risco. A possibilidade foi admitida hoje (26),  pelo diretor do Centro de Epidemiologia da prefeitura de Curitiba, Alcides Oliveira, durante entrevista ao jornal Meio Dia Paraná, da RPC;

“Ao longo de toda esta semana nós estamos monitorando diariamente a entrada de casos, os óbitos, ampliação dos leitos. Todos os nossos indicadores já estão percebendo, aumentou e aumentou muito. Tudo é possível para que a partir de amanhã  haja uma mudança de bandeira”, disse Olveira .

Situação
Curitiba está com 94% das UTIs disponíveis lotadas. Nesta quarta-feira, por exemplo, a cidade contabilizou 12.139 casos ativos, o maior já registrado desde o começo da pandemia de covid-19, o que aponta uma escalada assustadora do vírus.

Também nesta semana, o Ministério Público do Paraná questionou os critérios para a definição das bandeiras em Curitiba. Segundo a prefeitura, os parâmetros são matemáticos. “A manifestação é legítima, mas temos que ter tranquilidade de entender que nosso mecanismo de cálculo são transparentes, matemáticas, precisas e exatas. não temos receio nenhum em transmitir a cor da bandeira”, ressaltou o diretor.

Deixe uma resposta