Paraná Extra

Curitiba vai ampliar controle de entrada e saída da cidade com câmeras

Curitiba vai ampliar a estrutura de videomonitoramento nas principais entradas da cidade e nos pontos com grande concentração e passagem de pessoas, além de atualizar o conjunto de câmeras existente. A utilização inteligente desses equipamentos, principalmente nas áreas da segurança e do trânsito, integra o projeto Curitiba Cidade Inteligente e Segura – Muralha Digital, cujo protocolo de intenções foi assinado com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) nesta segunda-feira (2).

A Muralha Digital propõe um salto na melhoria da infraestrutura tecnológica, de informação e de comunicação. De acordo com o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, a implementação de equipamentos de avançada tecnologia vai possibilitar uma gestão mais eficaz e otimização no emprego do efetivo operacional e no deslocamento de viaturas, com redução no tempo-resposta para atendimento de ocorrências, além de maior controle do respeito às regras de trânsito e otimização no fluxo do trânsito.

Além da integração entre câmeras e radares e da atualização das cerca de 950 câmeras existentes, serão instaladas 600 novas câmeras, com reconhecimento facial e leitura de placas. Os novos equipamentos serão colocados em locais estratégicos, a partir do cruzamento de informações com índices criminais. Essas imagens serão encaminhadas, em tempo real, a um Centro Integrado de Comando e Controle Inteligente e cruzadas com as informações de GPS das viaturas, de forma integrada com órgãos de segurança, como as polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e Federal.

O empréstimo dos recursos para viabilizar o projeto precisa ser autorizado pela Câmara de Vereadores e, depois, submetido à análise das equipes técnicas do BRDE.

Deixe uma resposta