Paraná Extra

Defesa de Carli diz que recursos não se esgotaram

A defesa do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, que é coordenada pelo advogado Renê Dotti, divulgou nota nesta sexta-feira (02) afirmando que a 1ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ/PR) negou ontem (01) um recurso do Ministério Público (MP) a respeito do caso envolvendo o ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, envolvido em um acidente de trânsito em maio de 2009.

 

“Diferente do que já está sendo veiculado na imprensa, não se tratou de um último recurso da defesa”, diz a nota. O que aconteceu na tarde de ontem é que a pretensão do MP de que o crime voltasse a ser considerado qualificado e de que Carli Filho voltasse a responder pelo crime de dirigir embriagado foi rejeitada por unanimidade pela 1ª Câmara Criminal do TJ/PR.

 

O MP poderá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) de Brasília.

Deixe uma resposta