Paraná Extra

Preso delegado de Matinhos investigado por liberar traficantes

O Grupo de AtuaAi??A?o Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a 2A? Promotoria de JustiAi??a de Ibaiti, no Norte Pioneiro, cumpriram, na manhA? desta segunda-feira, 29 de janeiro, mandado de prisA?o preventiva contra o delegado do municAi??pio de Matinhos, no Litoral paranaense. O delegado Ai?? investigado por corrupAi??A?o passiva majorada e falsificaAi??A?o de documento pA?blico.

TambAi??m foram presos um ex-policial militar, o sogro do prefeito de Ibaiti e o lAi??der da organizaAi??A?o criminosa, pelos crimes de trA?fico interestadual de drogas, associaAi??A?o para o trA?fico e corrupAi??A?o ativa majorada. A aAi??A?o faz parte da operaAi??A?o Atrox, que investiga os crimes de trA?fico de drogas e corrupAi??A?o.

Durante a operaAi??A?o, que contou com o apoio da PolAi??cia Militar, foram cumpridos ainda nove mandados de busca e apreensA?o, na delegacia de Matinhos e em residA?ncias localizadas em Ibaiti, TelA?maco Borba e Matinhos.

InvestigaAi??Ai??es ai??i?? A deflagraAi??A?o da operaAi??A?o Atrox resultou de oito meses de investigaAi??A?o, tendo em vista denA?ncias de que traficantes haviam sido presos quando transportavam drogas de Ibaiti a Matinhos, em uma caminhonete Chevrolet S-10. Conforme apurado, o delegado teria liberado os traficantes ilegalmente, adulterando as peAi??as do inquAi??rito policial, mediante o recebimento de vantagem indevida.

Deixe uma resposta