Paraná Extra

Denunciado homem que prometia “engavetar” investigação do MP

Em Arapongas, Norte Central do estado, o Ministério Público do Paraná, a partir da 4ª Promotoria de Justiça, denunciou um homem por tráfico de influência e outros crimes. O requerido ainda é acusado de comércio ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes. Todas as situações foram descobertas a partir da apreensão do celular do denunciado, alvo de busca durante a Operação Transformers, deflagrada na cidade em novembro de 2018 pelo MPPR.

O caso de tráfico de influência ocorreu em fevereiro de 2018. Segundo a Promotoria de Justiça, o réu buscou o dono de um estabelecimento comercial investigado pelo Ministério Público e pela Polícia na cidade e pediu R$ 10 mil para “engavetar o caso”, pois supostamente teria conhecidos no MPPR que garantiriam essa situação. Para dar credibilidade à promessa, ele gravou um áudio utilizando um aplicativo de tradução e leitura de mensagens (Google Tradutor) em que “conversava” com a autoridade que solicitava os valores. Depois ele confessou que não tem nenhum conhecido na instituição e que inventou tudo para tentar obter vantagem financeira.

Outros crimes – O MPPR cita ainda dois fatos praticados pelo denunciado: tentativa de comercialização irregular de arma de fogo, em julho de 2018, e venda de dois pés de maconha (plantas) a uma mulher, em setembro de 2018. Por todos os ilícitos apresentados na ação penal, se aplicadas as penas máximas, ele pode ser condenado a até 34,5 anos de prisão.

Deixe uma resposta