Paraná Extra

Doceira acusada de envenenar bombons será ouvida nesta sexta

Doceira acusada de envenenar bombons será ouvida em SC.

Doceira acusada de envenenar bombons será ouvida em SC.

Será ouvida na tarde desta sexta-feira (3), a doceira acusada de envenenar bombons que foram entregues a adolescentes, no Paraná, e também de tentar matar o ex-marido para encobrir o primeiro crime, em Joinville, no Norte catarinense.

 

Margareth Aparecida Marcondes, de 47 anos, prestará depoimento a partir das 16h30, no Fórum Estadual, na cidade onde ocorreu a tentativa de homicício. Em Santa Catarina, ela responde por esta acusação. As denúncias de tentativas de assassinato das quatro pessoas que receberam os bombons envenenados estão sendo analisadas pela Justiça paranaense.

 

Margareth foi denunciada por tentar matar o companheiro com golpes de rolo de macarrão, em março de 2012. O homem foi encontrado desacordado dentro de casa. A doceira está presa na Penitenciária Feminina de Piraquara, no Paraná, de onde saiu para prestar depoimento em Joinville nesta sexta-feira (3). Além dela, também serão ouvidas testemunhas do processo.

 

De acordo com a polícia, a tentativa de homicídio foi descoberta quando a acusada era investigada pela suspeita de ter envenenado quatro jovens em Curitiba. A mulher foi contratada para organizar a festa de 15 anos de uma adolescente, recebeu o pagamento de R$ 7 mil com antecedência, mas gastou o dinheiro.

 

Para tentar adiar a festa, Margareth enviou amostras de doces envenenados para a aniversariante. Além dela, outras três pessoas comeram os bombons e precisaram ser hospitalizadas. Após ser detida, a doceira afirmou em depoimento que agrediu o companheiro para evitar que ele soubesse dos envenenamentos.

 

(G1)

Deixe uma resposta