Paraná Extra

Eduardo Requião foi depor a deputados na CPI dos Portos

Eduardo Requião foi à CPI do Porto prestar depoimento e volta na terça. (Foto: Nani Gois)

Eduardo Requião foi à CPI do Porto prestar depoimento e volta na terça. (Foto: Nani Gois)

O ex-superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Eduardo Requião, esteve na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Portos na manhã desta quarta-feira (30), na Assembleia Legislativa. Por cerca de duas horas ele relatou aos deputados algumas ações que desencadeou no período em que esteve à frente da gestão da APPA. A primeira parte do depoimento ficou restrita ao processo de licitação de compra da draga chinesa para o Canal da Galheta, que se deu depois que o superintendente deixou o cargo. Requião, que admitiu que sua gestão foi polêmica, volta à CPI na próxima terça-feira (6), às 9 horas, para abordar outros assuntos.

 

De acordo com o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputado Douglas Fabrício (PPS), a participação do ex-superintendente na reunião foi positiva e que o objetivo, na reunião da próxima semana, é aprofundar o debate sobre as ações trabalhistas envolvendo a APPA. “Espero franqueza, como está acontecendo. Está sendo esclarecedor para a CPI. É uma oportunidade para questioná-lo e para ele trazer informações. Ele mesmo, Eduardo Requião, afirma que a sua gestão foi polêmica. Nosso papel é buscar informações para que possa haver mudanças. Na próxima semana vamos discutir as questões trabalhistas, apurar as razões de tantas ações trabalhistas. E que este dinheiro pudesse, de repente, ser investido em outra coisa, e não para pagar ação trabalhista”, avaliou Fabrício.

 

Os deputados Fernando Scanavaca (PDT), Jonas Guimarães (PMDB), Ademir Bier (PMDB), Stephanes Júnior (PMDB), Rasca Rodrigues (PV), Pedro Lupion (DEM) e Mauro Moraes (PSDB) também participaram da reunião da CPI.

Deixe uma resposta