Paraná Extra

Educadoras sA?o condenadas por tortura de crianA�as no Noroeste

Duas educadoras foram condenadas a 20 anos de prisA?o por torturar crianA�as no municA�pio de Rondon, no noroeste do ParanA?. A juA�za Fernanda Batista Dornelles, da Vara Criminal de Cidade GaA?cha, determinou que elas comecem a cumprir a pena em regime fechado. AlA�m da sentenA�a criminal, elas perderam os cargos pA?blicos. As duas podem recorrer da decisA?o.

De acordo com a denA?ncia do MinistA�rio PA?blico, apresentada em novembro do ano passado, as duas educadoras submeteram diversas crianA�as a sofrimento fA�sico e psicolA?gico. A acusaA�A?o aponta que as crianA�as foram agredidas com empurrA�es, apertA�es e puxA�es de cabelo e de orelha. As agressA�es foram filmadas.

As duas estavam em estA?gio probatA?rio no Centro Municipal de EducaA�A?o Infantil Menino Deus e foram afastadas das funA�A�es pela prefeitura de Rondon em novembro de 2017. A sentenA�a tambA�m decretou a perda dos cargos pA?blicos das duas educadoras.

Na A�poca, o MinistA�rio PA?blico determinou a abertura calais pills from canada pharmacy. de novo inquA�rito policial para apurar a prA?tica de tortura por omissA?o envolvendo a diretora da creche, pois ela nA?o havia sido investigada. Para a Promotoria, ela poderia ter praticado o crime de tortura por ter se omitido em impedir a aA�A?o das educadoras, jA? que estaria na creche no momento em que ocorreram as agressA�es.

Deixe uma resposta