Paraná Extra

Em Curitiba, expectativa é vacinar mais de 118 mil idosos contra gripe

Nesta primeira fase da campanha contra a gripe vai até 15 de abril e a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba espera vacinar 118 mil pessoas com mais de 60 anos, além dos trabalhadores de saúde. Até o meio-dia desta segunda-feira (23), 20 mil pessoas já tinham sido vacinadas contra a influenza.A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.
Em vez de concentrar a vacinação no interior das unidades de saúde, a Prefeitura montou 42 pontos externos, em praças, escolas, salões paroquiais, Cras, centros de esporte e lazer, Ruas da Cidadania, Memorial de Curitiba.

Cinco locais funcionam como drive thru para os idosos com dificuldade de locomoção se vacinarem sem descer do carro. Todos os 42 locais de vacinação na cidade funcionarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

A campanha de vacinação contra a gripe de 2020 será escalonada, de acordo com o calendário do Ministério da Saúde.

1ª fase (a partir de 23/3) – Idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.

2ª fase (a partir de 16/4) – Professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e doentes crônicos (que tenham prescrição médica ou sejam acompanhados por programas da unidade de saúde).

3ª fase (a partir do dia 9/5) – Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mães que tiveram bebês até 45 dias e apresentem algum documento que comprove a condição) e adultos de 55 a 59 anos.

Deixe uma resposta