Paraná Extra

Em Foz, 70 mil pessoas podem ter anticorpos para Covid-19

Desde o fim de abril Foz do Iguaçu está realizando testes sorológicos aleatórios na população para detectar a presença de anticorpos para Covid-19. O objetivo é detectar a taxa de incidência da doença no município. E segundo o médico Luiz Fernando Zarpelon, o estudo indica que cerca de 70 mil pessoas podem estar com anticorpos para o vírus, ou seja, já tiveram contato com a doença.
O teste sorológico, que é feito com uma gotícula de sangue, identifica se a pessoa já teve contato com o vírus, e está com anticorpos. Porém, ele não é eficiente para detectar se a pessoa está naquele momento infectada.

De acordo com Zarpelon, que é coordenador do programa, 28% das pessoas testadas até momento apresentaram anticorpos para Covid-19.  Proporcionalmente, analisando com os casos já confirmados da doença com o exame RT-PCR, que é o mais confiável, a estimativa é de que 70 mil pessoas já foram expostas ao vírus. “Não quer dizer que todas essas pessoas tiveram a doença, apenas que elas já desenvolveram anticorpos para a doença” explicou o médico.

O médico alerta que a circulação do vírus está alta em Foz e crescendo. “Isso nos dá um parâmetro de como está a circulação do vírus na cidade” disse. “A circulação está alta e está crescendo” ressaltou Zarpelon. Uma nova fase de testes sorológicos será desenvolvida na próxima semana

Deixe uma resposta