Paraná Extra

Entregadores de aplicativos podem paralisar atividades

Deve acontecer nesta quarta-feira (1º) uma greve nacional dos entregadores de aplicativos, que reivindicam aumento no pagamento das corridas por quilometragem, distribuição de máscaras e álcool em gel e destinação de um valor das corridas à aquisição de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), entre outras demandas.

Segundo os organizadores do protesto, as empresas de aplicativos de entrega estão com ganhos nesta pandemia, mas não reajustam os valores aos entregadores. A redução se dá mesmo com o aumento dos pedidos durante a pandemia do coronavírus, que colocou boa parte das famílias em isolamento social e suspendeu a operação presencial de restaurantes.

Outra queixa dos entregadores é sobre os bloqueios de colaboradores nos aplicativos que, segundo eles, acontecem sem uma política de transparência definida. Alguns motoboys acusam os aplicativos de punirem quem se nega a realizar entregas, por exemplo, na chuva, ou em determinados horários e dias.

Os motoboys ainda pedem mais apoio, como seguro acidente e também por roubos.

Deixe uma resposta