Paraná Extra

Escolas da rede municipal voltam às aulas em formato híbrido

Nesta segunda-feira (22), os estudantes da rede municipal de ensino de Curitiba que optaram pelo formato híbrido retornaram às salas de aula. Em algumas escolas foi registrada aglomeração na chegada dos estudantes.

A cada semana, as escolas terão revezamento das turmas. Esta semana, o grupo A da educação infantil e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) vai para a escola. Na semana que vem (a partir do dia 1º/3), assiste às aulas de casa pela TV Escola Curitiba, enquanto o grupo B vai para a unidade.
Este ano, devido à pandemia, são ofertadas as opções de formato híbrido (presencial + videoaulas) ou remoto (videoaulas + kits pedagógicos).

As unidades da rede municipal abriram as portas para o ano letivo de 2021 na última quinta-feira (18/2), depois de quase um ano fechadas. Na quinta e sexta, foi feito o acolhimento das famílias, que receberam orientações e puderam tirar dúvidas sobre o protocolo de segurança.

“Todas as nossas unidades foram equipadas com totens de álcool em gel, tapetes sanitizantes, termômetros, máscaras e face shields para as equipes e também quatro máscaras por estudante”, explicou a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

“Eu quero muito rever meus amigos”, disse o estudante Kaio Vinícius Finamor Lauro, 8 anos, do 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Ana Hella (Vista Alegre). Acompanhado da avó, Rosângela Silva, que o levou para a escola nesta segunda-feira (22), Kaio aguardou ansioso a abertura do portão. “Senti saudade da escola”, disse o menino.

Assim como ele, o estudante Enzo Corrêa, 8 anos, foi cheio de expectativa para o primeiro dia de aula na escola Ana Hella.

“Eu estava ansioso, enjoei de ficar em casa, quero estudar na escola. A professora já disse que a gente vai trabalhar bastante”, contou Enzo.
Educação Infantil
No CMEI Moradias Augusta (CIC), das 130 crianças matriculadas, cerca de 40 frequentaram a unidade presencialmente nesta manhã de segunda-feira.

“As unidades vão trabalhar com 50% da capacidade”, frisou a secretária.

Conforme orientação da Resolução da Secretaria de Estado da Saúde, os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º) só iniciam o ensino presencial do híbrido dia 1º de março, com revezamento também por grupos.

Também na TV
Quem está em casa, seja no formato remoto ou no grupo B do híbrido, acompanhou nesta segunda-feira (22) pela TV Escola Curitiba as aulas de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Física. Também foram ao ar a proposta da pré-escola e os conteúdos da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Protocolo
Cada escola tem seu próprio comitê interno para organizar a rotina, dentro das orientações do Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais.

Deixe uma resposta