Paraná Extra

Estado e municA�pios atuam para ampliar a coleta de lA?mpadas

A DivisA?o de ResAi??duos SA?lidos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento SustentA?vel e do Turismo e a AssociaAi??A?o dos MunicAi??pios do ParanA? (AMP) trabalham em parceria para ampliar a coleta e a destinaAi??A?o de lA?mpadas fluorescentes usadas. O objetivo Ai?? reduzir o passivo ambiental nas cidades paranaenses.

AtAi?? 15 de junho, os municAi??pios paranaenses deverA?o enviar notificaAi??Ai??es extrajudiciais Ai?? AssociaAi??A?o Brasileira de Importadores de Produtos de IluminaAi??A?o (Abilumi) e Ai?? AssociaAi??A?o Brasileira da IndA?stria de IluminaAi??A?o (Abilux) para que faAi??am a logAi??stica reversa das lA?mpadas fluorescentes estocadas pelas administraAi??Ai??es municipais de todo o Estado.

TambAi??m participa da estratAi??gia o Grupo R-20 – A?rgA?o consultivo do ParanA? que reA?ne representantes de todos os municAi??pios e consA?rcios intermunicipais para a gestA?o associada na implantaAi??A?o da polAi??tica nacional de resAi??duos sA?lidos.

O chefe da DivisA?o de ResAi??duos SA?lidos da secretaria, Laerty Dudas, explica que o acordo setorial firmado em 2014 entre fabricantes, importadores e distribuidores de lA?mpadas e o MinistAi??rio do Meio Ambiente prevA? que as empresas sA?o responsA?veis pela coleta e destinaAi??A?o das lA?mpadas inservAi??veis.

ai???Passados cinco anos, apenas nove municAi??pios no Estado sA?o atendidos com pontos de coleta. Ai?? um acordo cruel para o ParanA? e nA?o atende Ai??s necessidades dos generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies, generic lipator pharmacies. municAi??piosai???, disse Dudas.

Segundo ele, o mesmo acordo prevA? que, de 2020 a 2021, outros 27 municAi??pios contarA?o com locais de recebimento das lA?mpadas. ai???Apenas 9% das cidades paranaenses receberA?o esses pontos de coleta. SA?o caixas de papelA?o colocadas em supermercados e lojas, que atendem apenas os consumidores residenciais mas nA?o minimizam o problema das prefeiturasai???, alerta.

Segundo levantamento do R-20, 123 municAi??pios jA? notificaram a Abilux e Abilumi para que providenciem a retirada das lA?mpadas pA?s-consumo.

ai???A AMP apoia integralmente e se associa Ai?? secretaria para encontrar soluAi??Ai??es para a logAi??stica reversa de lA?mpadas e outros produtos pA?s-uso. Consideramos fundamental defender o meio ambiente e aplicar a legislaAi??A?oai???, salientou o presidente da AMP, Darlan Scalco. Ele acrescentou que as lA?mpadas inservAi??veis nA?o podem continuar estocadas nos municAi??pios e devem ser recolhidas pelas organizaAi??Ai??es responsA?veis por isso.

RESA?DUO PERIGOSO – Se os municAi??pios nA?o notificarem as associaAi??Ai??es responsA?veis pela logAi??stica reversa das lA?mpadas, correm o risco de serem denunciados pelo MinistAi??rio PA?blico Estadual em funAi??A?o do descarte incorreto de resAi??duo perigoso.

As lA?mpadas fluorescentes sA?o classificadas como resAi??duo perigoso classe I. Como contA?m mercA?rio em sua composiAi??A?o, um metal altamente tA?xico, o descarte incorreto pode contaminar o solo e os recursos hAi??dricos.

EMERGASNCIA – O secretA?rio municipal de Meio Ambiente de Apucarana, SAi??rgio Bobig, disse que a cidade vive uma situaAi??A?o de emergA?ncia. O municAi??pio jA? notificou a Abilux e Abilumi para que tomem providA?ncias urgentes e recolham as 120 mil lA?mpadas estocadas na cidade.

Embora nA?o seja atribuiAi??A?o da prefeitura, explica, o municAi??pio recolhe e estoca essas lA?mpadas, pois do contrA?rio elas estariam em fundos de vale, depositadas em terrenos ou misturadas a materiais reciclA?veis. ai???Mas precisamos que as associaAi??Ai??es responsA?veis pela destinaAi??A?o das lA?mpadas faAi??am a coleta. Ai?? uma questA?o de saA?de pA?blicaai???, diz o secretA?rio.

A Prefeitura de UniA?o da VitA?ria, no Sul do Estado, tem em estoque aproximadamente 5 mil lA?mpadas. AlAi??m de notificar as associaAi??Ai??es para que retirem as lA?mpadas, a administraAi??A?o da cidade se reuniu com a Promotoria de JustiAi??a e a CA?mara de Dirigentes Lojistas para aprimorar a logAi??stica reversa no municAi??pio.

ai???Pretendemos fazer um estudo para implantar uma central de valorizaAi??A?o de material reciclA?vel e conscientizar comerciantes e a populaAi??A?o sobre a importA?ncia de destinar corretamente lA?mpadas e outros produtos apA?s o consumoai???, ressalta o secretA?rio de Meio Ambiente do municAi??pio, Nei AntA?nio Kukla.

 

 

Deixe uma resposta