Paraná Extra

Estado já tem 117 casos de dengue confirmados

O Paraná registrou mais 42 casos de dengue na última semana, segundo o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (27) pela Secretaria de Estado de Saúde. Agora são 117 casos confirmados. Além disso, o número de notificações quase dobrou, passando de 856 para 1544.

Os municípios com maior número de casos confirmados são: Umuarama (12), Uraí (10) e São Miguel do Iguaçu (8). Já os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são Londrina (321), Foz do Iguaçu (162) e Maringá (91).

Segundo a Sesa, 62 municípios (15,54%) estão classificados em situação de risco de epidemia; 196 municípios (49,12%) estão em situação de alerta e; 135 municípios (33,83%) em situação satisfatória; 06 municípios (1,5%) não enviaram informações referentes ao monitoramento.

O secretário da Saúde, Beto Preto, voltou a reforçar o combate ao criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, Zika vírus e Chikungunya.

A orientação da Sesa é observar os tipos de criadouros para combater o mosquito que transmite essas doenças e a prevenção deve se estender também no período de inverno.

A atenção deve ser redobrada em locais com pneus velhos, quintais, pratos ou vasilhas de plantas, caixas d’água, antenas parabólicas, grades e portões, troncos ocos de árvores, terrenos baldios, piscinas e vasos sanitários.

Segundo a Sesa, os ovos do Aedes aegypti permanecem viáveis por até 450 dias e, no momento que encontram as condições ideais, como na mudança para a próxima estação, se transformam em larvas e depois em mosquitos.

Deixe uma resposta