Paraná Extra

Ex-diretor do DER e mais 16 pessoas agora estA?o nas mA?os de Moro

O ex-diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do ParanA?, Nelson Leal JA?nior, e outras 16 pessoas passaram a ser rAi??s na Lava Jato. O juiz SAi??rgio Moro aceitou a denA?ncia apresentada pelo MinistAi??rio PA?blico Federal relacionada Ai??s investigaAi??Ai??es da quadragAi??sima oitava fase da operaAi??A?o.

Nesta etapa, sA?o apurados os crimes de organizaAi??A?o criminosa, estelionato, peculato, lavagem de dinheiro e corrupAi??A?o envolvendo as concessAi??es de rodovias federais no ParanA?. O ex-executivo do DER estA? preso desde o final de fevereiro quando foi deflagrada a operaAi??A?o.

Gestores e funcionA?rios da concessionA?ria Econorte, do Grupo Triunfo, sA?o rAi??us nesta aAi??A?o. No despacho, Moro manteve a prisA?o preventiva de Nelson Leal JA?nior e do diretor-presidente da Triunfo Econorte, Helio Ogama e revogou a prisA?o preventiva do sA?cio da Eco Sul Brasil Construtora, Wellington Volpato, que deverA? cumprir ainda medidas cautelares como nA?o deixar o PaAi??s e nem manter contato com os outros investigados.

O empresA?rio da Rio Tibagi, Leonardo Guerra, e o ex-funcionA?rio do DER-PR, Oscar Gayer, devem pagar fianAi??a e tambAi??m cumprir medidas cautelares.Ai?? O juiz SAi??rgio Moro justificou a manutenAi??A?o das prisAi??es alegando que as explicaAi??Ai??es e documentaAi??Ai??es apresentadas atAi?? agora sA?o insatisfatA?rias.

De acordo com as apuraAi??Ai??es da quadragAi??sima oitava etapa da Lava Jato, a concessionA?ria Econorte realizava pagamentos indevidos a agentes pA?blicos e, em contrapartida, era favorecida em contratos e termos aditivos, o que possibilitava tambAi??m o aumento das tarifas de pedA?gio.

Deixe uma resposta