Paraná Extra

Ex-prefeito de Araucária e mais 4 recebem nova condenação

Um ex-prefeito de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, recebeu nova condenação judicial em denúncia proposta pelo Ministério Público do Paraná, a partir das Promotorias de Justiça da comarca. Ele foi sentenciado a quatro anos e três meses de reclusão pelo crime de corrupção passiva, em ação penal decorrente da Operação Fim de Feira, deflagrada pelo MPPR em 2016 – o réu era vice-prefeito e assumiu o cargo naquele ano, após a renúncia do titular. Foi prefeito apenas em 2016.

A nova sentença foi proferida nesta quarta-feira, 28 de outubro, pela Vara Criminal de Araucária. Também foram condenados o ex-secretário municipal de Obras Públicas e Transporte (a nove anos e três meses de reclusão, pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva) e o ex-secretário municipal de Finanças (com pena menor, de um ano e dois meses de reclusão, por haver realizado delação premiada, colaborando com as investigações do MPPR), além de dois empresários do ramo de pavimentação asfáltica e engenharia (ambos pelo crime de corrupção ativa).

Outros processos – As condenações ocorreram no âmbito da 5ª fase da Operação Fim de feira, que constatou a prática de diversos crimes contra a administração pública de Araucária para obtenção de dinheiro de fornecedores da prefeitura de forma ilícita. O ex-prefeito já tinha duas condenações anteriores relacionadas aos fatos apurados pelo Ministério Público, pelos crimes de peculato, concussão, organização criminosa e lavagem de dinheiro – isso só na esfera criminal, pois também há sentenças na área cível, por ato de improbidade administrativa. Somadas, as penas passam de 50 anos de reclusão.

Deixe uma resposta