Paraná Extra

Ex-prefeito tem bens bloqueados por fraude em licitação

Atendendo pedido formulado pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Guaraniaçu, no Oeste do estado, a Justiça determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito (gestão 2013-2016) de Campo Bonito (município da comarca), uma empresa e seu proprietário. Todos são réus em ação civil pública por ato de improbidade administrativa e tiveram os bens indisponibilizados em R$ 318.581,24 cada.

Conforme apurou o MPPR, em 2014, os requeridos direcionaram um processo licitatório para contratação de empresa para realização de um concurso público no município. Na análise do mérito, a ação requer a condenação dos réus às sanções da Lei de Improbidade, como ressarcimento dos danos ao erário, pagamento de multa e suspensão dos direitos políticos.

Deixe uma resposta