Paraná Extra

Fachin manda para Moro denA?ncia contra Cunha, Geddel, Henrique Alves e Loures

ApA?s a CA?mara dos Deputados suspender a tramitaAi??A?o da denA?ncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Especial da PresidA?ncia), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu desmembrar o processo, enviando para a primeira instA?ncia as investigaAi??Ai??es contra os outros acusados sem foro privilegiado.

Ao juiz federal SAi??rgio Moro, responsA?vel pela OperaAi??A?o Lava Jato na primeira instA?ncia, em Curitiba, Fachin enviou parte da denA?ncia por organizaAi??A?o criminosa referente ao ex-deputado cassado Eduardo Cunha, ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves, ao ex-deputado Geddel Vieira Lima e Rodrigo Rocha Loures.

Os acusados foram apontados pelo entA?o procurador-geral da RepA?blica, Rodrigo Janot, como responsA?veis por formar um grupo criminoso que atuava em nome do PMDB na CA?mara. Segundo a denA?ncia, eles ofereciam vantagens indevidas a empresas em A?rgA?os pA?blicos, em troca de propinas para o financiamento de campanhas.

Para a JustiAi??a Federal no Distrito Federal, Fachin enviou a parte de denA?ncia pelo crime de obstruAi??A?o de JustiAi??a que envolve Joesley Batista, Ricardo Saud, LA?cio Funaro, Roberta Funaro, Eduardo Cunha e Rodrigo Rocha Loures. Eles sA?o acusados de participar de um esquema para comprar o silA?ncio de Funaro, evitando que o operador financeiro fechasse um acordo de delaAi??A?o premiada.

ai???A necessidade de prAi??via autorizaAi??A?o da CA?mara dos Deputados para processar o Presidente da RepA?blica e Ministros de Estado nA?o se comunica aos corrAi??usai???, disse Fachin na decisA?o, divulgada nesta quarta-feira (1).

Em relaAi??A?o a Temer, Padilha e Moreira Franco, o ministro Edson Fachin oficializou a suspensA?o da tramitaAi??A?o da denA?ncia enquanto eles permaneAi??am em seus cargos. ai???Diante da negativa de autorizaAi??A?o por parte da CA?mara dos Deputados para o prosseguimento da denA?ncia formulada em desfavor do Presidente da RepA?blica e dos aludidos ministros de Estado, o presente feito deverA? permanecer suspenso enquanto durar o mandato presidencial e as investiduras nos respectivos cargosai???.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta