Paraná Extra

Fachin tem 80 inquéritos da Lava Jato e cinco ações penais

Levantamento divulgado pelo Supremo Tribunal Federal revela que o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, é responsável atualmente por 80 inquéritos e cinco ações penais relacionados ao esquema de corrupção da Petrobras. O ministro está com os casos da Lava Jato desde fevereiro, quando assumiu a relatoria depois da morte de Teori Zavascki, em acidente aéreo em janeiro.

AÇÕES PENAIS
5 ações penais em andamento (Gleisi Hoffman, Valdir Raupp, Fernando Collor, Aníbal Gomes, Nelson Meurer.

65 pessoas ouvidas até o momento, entre interrogatórios de réus e testemunhas

INQUÉRITOS
123 inquéritos  herdados
74 inquéritos já foram repassados para outros ministros, sendo que foram abertos a partir da Lava Jato, mas não tinham conexão direta com o esquema.
80 inquéritos em trâmites no gabinete – 7 inquéritos em trâmite já com denúncia oferecida pelo PGR, dos quais 3 com julgamento iniciado
COLABORAÇÕES PREMIADAS
25 homologadas pelo Ministro Teori Zavascki
78 homologadas pela Ministra Cármen Lúcia, Presidente do STF
7 homologadas pelo Ministro Edson Fachin
3 em gabinete para exame de homologação
Total – 113 colaborações em trâmite

AÇÕES CAUTELARES  (que envolvem busca e apreensão e quebras de sigilo, por exemplo)

93 em tramitação, nas quais foram proferidos 493 despachos e 226 decisões

PETIÇÕES –  pode incluir colaborações, pedidos das defesas, do Ministério Público.
587 petições no início de 2017
302 arquivadas após determinação de providências
256 em trâmite, nas quais proferidos 477 despachos e 533 decisões

Deixe uma resposta