Paraná Extra

Federais investigam derrame de notas falsas no Norte do Paraná

Um derrame de notas falsas está mobilizando a Polícia Federal (PF) em Londrina, que tem diversos inquéritos abertos para investigar a origem e, principalmente, a forma como os falsificadores estão atuando em toda a região norte do Paraná.

Cerca de 50 inquéritos estão em curso desde 2011, indo desde recebimento de notas de pequeno valor e quantidade até grande volume. No entanto, as investigações correm em segredo de Justiça.

Segundo o delegado operacional Elvis Secco, a falsificação não está apenas nas notas mais comuns que estavam em circulação, atingindo hoje as notas de R$ 100,00 novas, que começaram a circular recentemente e que, em tese, apresentavam novos mecanismos de segurança. “A ousadia está de tal forma que já conseguiram até mesmo quebrar alguns desses mecanismos elaborados pelo Banco Central”, comentou.

O delegado orienta as pessoas a intensificarem os cuidados ao receber as notas, principalmente o comércio. “No site do Banco Central há as orientações sobre como identificar uma nota verdadeira da falsa. É bom também que os comerciantes treinem seus funcionários a identificar uma nota falsa e, principalmente, que redobrem a atenção, pois uma pessoa querer pagar um produto de R$ 10 com nota de R$ 100 é preciso desconfiar”, ressaltou, lembrando que as pessoas podem acessar o site www.bcb.gov.br.

(odiario.com)

Deixe uma resposta