Paraná Extra

Federal faz operaAi??A?o contra fraudes praticados na UTFPr

A PolAi??cia Federal (PF) descobriu que todos os contratos oriundos de licitaAi??Ai??es firmados entre o campus de CornAi??lio ProcA?pio da Universidade TecnolA?gica Federal do ParanA? (UTFPR), no norte do ParanA?, e empresas que prestaram serviAi??os de manutenAi??A?o, entre 2008 e 2015, foram fraudados.As investigaAi??Ai??es fazem parte da OperaAi??A?o 14 Bis, deflagrada na manhA? desta terAi??a-feira (13).

A UTFPR informou que logo que recebeu as denA?ncias de irregularidades no campus, no segundo semestre de 2015, deu inAi??cio Ai??s apuraAi??Ai??es por meio de auditoria e afastou os servidores.
Foram identificados 20 contratos irregulares,Ai??20 pessoas foram presas temporariamente e cumpridos 25 mandados de busca e apreensA?o. Foram apreendidos trA?s barcos, carros de luxo, joias, 27 mil dA?lares em espAi??cie e documentos.
TambAi??m foram sequestrados e indisponibilizados bens dos investigados no valor de atAi?? R$ 5,7 milhAi??es, que Ai?? o total, apurado atAi?? esta terAi??a-feira, de desvios na instituiAi??A?o.
Os mandados foram cumpridos em UraAi??, CornAi??lio ProcA?pio, Nova AmAi??rica da Colina e MaringA?.

Ao tomar conhecimento da denA?ncia, a universidade imediatamente adotou medidas no A?mbito administrativo, entre elas, a realizaAi??A?o de auditorias, alAi??m da demissA?o, mediante processos administrativos disciplinares, de servidores envolvidos nas fraudesai???, destaca a PF.

Os presos foram levados para a Delegacia de PolAi??cia Federal em Londrina onde permanecerA?o Ai?? disposiAi??A?o da JustiAi??a.

O nome da operaAi??A?o, 14 Bis, Ai?? uma alusA?o Ai?? empresa criada pelos investigados para facilitar os desvios de recursos.

Deixe uma resposta