Paraná Extra

Feira Sabores Curitiba 2017 tem produtos de todo Estado

Que tal experimentar os queijos da Lapa, café de Londrina, salame de Mandirituba, chope de Piên, vinhos de Araucária, geleias de São José dos Pinhais e cachaça de Antonina? Repleta de produtos paranaenses, a Feira Sabores Curitiba 2017 reúne no Mercado Municipal, a partir desta quarta-feira (22), 23 expositores de alimentos e bebidas de vários municípios do estado.

Durante cinco dias, os visitantes poderão conhecer, degustar e adquirir uma seleção de itens, com destaque para produtos da agroindústria familiar do estado. O evento, que é realizado pela Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), tem promoção da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab).

A abertura oficial da feira está marcada para as 12h30 desta quarta-feira (22), mas o público poderá conhecer os produtos expostos já a partir das 8 horas desta quarta-feira. A Sabores Curitiba é a primeira edição realizada pela Ascesme, com apoio da Smab, e também estreia no Mercado Municipal, onde passa a ocorrer anualmente.

Produtos

Em uma gigantesca tenda de 320 metros quadrados, em frente à entrada do Mercado Municipal, na Avenida Sete de Setembro, serão apresentados, em estandes e mesas de exposição, embutidos, queijos, geleias, compotas, chocolates, cachaças, cervejas e vinhos. Molhos, pimentas, polpas de frutas, mel e derivados e pães gourmet também estarão sendo expostos pelos próprios fabricantes paranaenses ou por comerciantes da capital.

Na Feira serão divulgados ainda os chamados alimentos “biodinâmicos”, como café, feijão e trigo, que seguem a prática agrícola que não usa adubos químicos e que busca a integração e harmonia entre as várias atividades de uma propriedade como horta, pomar, campo de cereais, criação animal e florestas nativas.

“Os consumidores vão encontrar, reunidos em um mesmo local, produtos da melhor qualidade, de várias regiões do estado, com destaque para a agroindústria familiar paranaense”, salienta o secretário municipal da Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi. Ele lembra que o evento também será uma forma de ajudar a impulsionar e aperfeiçoar as pequenas produções que se espalham pelo estado.

“A feira vai possibilitar aos pequenos e médios empreendedores do Paraná expor seus produtos e suas marcas e até fechar negócios com parceiros”, avalia Gusi. Ele lembra ainda que o evento visa estimular a população a consumir os produtos da agroindústria familiar.

Mario Shiguemitu Yamasaki, presidente da Ascesme, acrescenta que o evento busca ser uma vitrine de produtos paranaenses, muitos inclusive já comercializados no Mercado Municipal. “É uma forma criativa de dar maior visibilidade ao que é feito em nosso estado, além de divulgar etnias e seus sabores”, reitera ele. Yamasaki prefere não estimar um número de visitantes, mas avalia que a variedade de produtos deverá atrair muitos consumidores para o evento.

Diversidade

Os molhos, as conservas e as geleias da marca Pratto Fino, produzidos na agroindústria da família Brongel, em Contenda, a 54 km da capital, são bons exemplos da diversidade que estará presente na Sabores Curitiba 2017. “Estamos muito empolgados de participar da feira e vamos mostrar a qualidade do que fazemos para os visitantes”, salienta Juanice Brongel, responsável pela linha de processamento de alimentos da família, de onde saem conservas de champignon, geleias de morango e amora e molhos de pimenta e raiz forte.

De Curitiba, mais precisamente do bairro Uberaba, os chocolates artesanais da marca D’Fuhrmann também serão apresentados na feira. “Atuamos há mais de 18 anos e temos uma clientela consolidada, mas queremos mais, queremos conquistar novos consumidores e a Sabores será uma boa oportunidade”, afirma Ana Cecília Dembiski, diretora da fabricante de chocolates curitibana. A marca estará expondo, além de chocolates artesanais (inclusive sem adição de açúcar e sem lactose), bombons e trufas.

A Sabores Curitiba 2017, que vai até o próximo domingo (26/11), tem patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e apoio da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), do Governo do Paraná, do Sebrae-PR e da Emater. A programação prevê ainda, no Espaço Arena (dentro do Mercado Municipal), aulas-show e harmonização de pratos da gastronomia rural com cachaças artesanais.

 

Serviço

Feira Sabores Curitiba 2017

Data: de 22 a 26 de novembro.

Horário: de quarta a sábado, das 8h às 18h.

Domingo: das 8h às 13h.

Local: Mercado Municipal de Curitiba, na área externa, em frente à entrada da Avenida Sete de Setembro, 1.865, Centro.

 

Conheça todos os expositores da feira Sabores Curitiba 2017:

 

Associação Coisas da Lapa (Appa), Lapa

Geleias (de amora, morango, de pimenta e de rosas), conservas (de pepino, pepino agridoce e conserva de champignon), queijos (prato, provolone, purungo, frescal, mussarela e ricota), iogurte natural, mel, champignon e ervas medicinais in natura.

 

Vinhos Araucária, Araucária

Vinhos brancos e tintos (brut, medi sec, cabernet sauvignon, merlot e chadonnay), bem como espumantes.

 

Associação agroindustrial do Paraná (Asipar), Curitiba

Indústria Floresta (balas e outros produtos à base de banana), Indústria Vivien (aipim  chips, banana chips, batata chips, mandioca congelada crua e mandioca palito pré-congelada crua) e JJ Agrícola Visoy (aveia flocos, cereal matutino de frutas, semente de chia, extrato de soja e farinha linhaça).

 

Fábrica 500, Mandirituba

Embutidos (salames e carnes suínas defumadas).

 

Salumeria Romani, Curitiba

Embutidos italianos de longa maturação, como presunto cru tipo culatello, presunto cru tipo speck, salame tipo sopressa, pancetta tipo veneziana, salame italiano e copa.

 

D’Fuhrmann Chocolates, Curitiba

Chocolates artesanais (com e sem adição de açúcar e sem lactose), brigadeiros, bombons e trufas.

 

Terrara Alimentos Biodinâmicos, Londrina

Café, feijão e trigo biodinâmicos (prática agrícola que não usa adubos químicos e que busca a integração e harmonia entre as várias atividades de uma propriedade como horta, pomar, campo de cereais, criação animal e florestas nativas).

 

Belo Pomar, Ivaiporã

Polpas de fruta congeladas.

 

Pãozinho Tinha Maria, Curitiba

Pães gourmets de alho, parmesão e mussarela.

 

Empório Bacalhau, Curitiba

Queijos e salames.

 

Pastel de Belém, Curitiba

Doce típico português e canudinhos.

 

Cativa Natureza, Curitiba

Cosméticos orgânicos certificados (gel dental, xampu sólido, linha de maquiagem, hidratantes, desodorantes, cremes e argilas).

 

Empório Manfre, Curitiba

Cervejas artesanais de Curitiba e do Paraná, além de marcas nacionais e importadas.

 

Prefeitura de Palmeira, Palmeira

Queijos de leite cru e pasteurizado.

 

Chopp Sonnenbier, Piên

Chope artesanal claro (pilsen), escuro e de vinho.

 

Vinhos Dom Roberto, São José dos Pinhais

Vinhos branco e tinto, bem como geleias artesanais.

 

Pratto Fino, Contenda

Conservas (champignon, de raiz forte e de pimentão com raiz forte) e geleias (morango e amora).

 

DiPepe, Curitiba

Molhos picantes, chutney e geleias gourmet (abacaxi com pimenta amarela, morango com pimenta e maçã com pimenta e baunilha).

 

Quinta do Sabor, São José dos Pinhais

Morango em in natura, geleia de morango e espetinho da fruta com chocolate.

 

Associação dos Produtores Rurais de Antonina (Aspran), Antonina

Geleias de frutas, doces em calda, doces de frutas, conservas (berinjela, pimenta biquinho, dedo de moça, pasta de pimenta, cebolinha japonesa, cebola e gengibre) e chips (mandioca, banana e batata).

 

O Barracão, Curitiba

Salames de Rondinha (distrito de Campo Largo).

 

Empório do Sabor, Curitiba

Mel, erva mate, tererê, conservas de fillet de peixe e de rollmops e molhos artesanais.

 

Vô Milano

Cachaças artesanais de Morretes e outros municípios do Paraná.

Deixe uma resposta