Paraná Extra

Força Verde promove autuações em cidades dos Campos Gerais

Policiais do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde realizaram duas autuações, com a aplicação de multas, nas cidades de Imbituva, e Ponta Grossa, nos Campos Gerais Paranaenses.
Em Ponta Grossa o crime foi referente à abertura de uma enorme valeta, em uma região de preservação permanente. A área tem aproximadamente 3 hectares.

A valeta tinha no total 1 km e meio de extensão, e foi aberta com a utilização de uma escavadeira hidráulica. O proprietário não tinha autorização para realizar o procedimento e foi multado em R$ 20 mil.

Segundo o subtenente Celso Tezciuk, do Batalhão da Força Verde que atua nos Campos Gerais, este tipo de valeta costuma ser extremamente nociva e prejudicial, provocando danos irreversíveis ao meio ambiente.

O subtenente lembrou ainda da importância das áreas úmidas neste momento de crise hídrica, e por isso as fiscalizações têm ficado mais freqüentes.

A área onde foi aberta a valeta acabou embargada. Em Imbituva, a irregularidade envolveu o depósito de 91 metros cúbicos de lenha nativa, sem autorização.

A madeira era de diversas espécies como Imbuia, Guabirobeira, Guaçatunga, Branquilho, Canela e Pimenteira. O proprietário também não tinha a documentação necessária, principalmente o chamado DOF, o Documento de Origem Florestal.

A multa aplicada neste caso foi de R$ 27.300,00. A madeira irregular era usada para a produção de tabaco, segundo o subtenente Celso Tzeciuk.

Toda a lenha encontrada na propriedade de Imbituva foi apreendida. Nos dois casos, os infratores foram liberados após o pagamento das multas e da assinatura de termos circunstanciados.

Deixe uma resposta