Paraná Extra

Foz ganhará Centro Integrado de Operações de Fronteira

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro inaugura, na próxima segunda-feira (16), o Centro Integrado de Operações de Fronteira em Foz do Iguaçu. A estrutura, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), vai reunir representantes designados de 10 instituições federais. A solenidade, prevista às 9h, terá presença do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior e do diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.
O Centro Integrado de Operações de Fronteira (Ciof), com apoio da Itaipu Binacional,  será o primeiro do projeto de segurança para fronteiras do Governo Federal, elaborado pelo ministro Sérgio Moro. No local, serão integradas as forças de segurança de diversos níveis (municipal, estadual e federal), é inspirado no Fusion Center, do governo dos Estados Unidos
O escritório, dedicado a cooperação internacional e ações que poderão ser feitas na área de segurança,  vai funcionar em uma área do complexo hidrelétrico Itaipu por período inicial de cinco anos. A binacional vai bancar os custos iniciais, estimados em aproximadamente R$ 3 milhões, até a construção da sede definitiva.

Integração fronteiriça
Ao participar do encontro ministérios da Justiça e Segurança Pública, no início de outubro em Foz do Iguaçu, o coordenador-geral de combate ao crime organizado do Ministério da Justiça e Segurança, Wagner Mesquita de Oliveira, confirmou para dezembro início de atividades do centro.
De acordo com ele, para isso o centro terá de começar buscando a cobertura integral na comunicação da fronteira tríplice entre Brasil, Argentina e Paraguai. “Nós somos muito carentes em relação a tecnologia e equipamentos. Hoje em dia, nem os rádios das instituições que operam aqui na fronteira falam entre si. São sistemas diferentes”, explicou.

Deixe uma resposta