Paraná Extra

Gaeco cumpre mandados de prisão contra funcionários da Polícia Civil

O núcleo de Curitiba do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu nesta quinta-feira (28), três mandados de prisão temporária, seis conduções coercitivas e dez mandados de busca e apreensão.

As investigações envolvem funcionários e policiais da Delegacia de Polícia de Almirante Tamandaré, em que há indicação de que um grupo de pessoas ligadas à atividade policial estava buscando receber vantagens indevidas, especialmente no setor de alvarás.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré, contra um estagiário que atuou como escrivão designado e uma estagiária que atua na mesma função, além de um delegado de polícia.

As buscas e apreensões foram cumpridas em Curitiba e na Região Metropolitana, em residências e em cômodo específico da Delegacia de Polícia de Almirante Tamandaré. Três das conduções coercitivas envolvem policiais civis.

Deixe uma resposta