Paraná Extra

Governo confirma segundo caso importado de febre amarela

Foi confirmado no boletim epidemiolA?gico desta terAi??a-feira (8) o segundo caso importado de febre amarela registrado no ParanA? em 2018. O caso se refere a um jovem de 30 anos, de SA?o JosAi?? dos Pinhais, que visitou uma cidade no Vale do Ribeira em marAi??o. Ela recebeu atendimento e passa bem. O primeiro caso de febre amarela confirmado no ParanA? foi de uma mulher nA?o vacinada que visitou a cidade de MairiporA?, em SA?o Paulo, e evoluiu para cura.

ai???Esse registro mostra a importA?ncia das pessoas se vacinarem antes de viajar para A?reas de risco, principalmente para as regiAi??es que estA?o registrando casos de febre amarela. O ParanA? tem vacinas disponAi??veis e fazemos o alerta para que as pessoas nA?o viajem desprotegidasai???, disse o secretA?rio estadual da SaA?de, AntA?nio Carlos Nardi.

A vacina estA? disponAi??vel na rede de saA?de pA?blica para pessoas a partir dos 9 meses atAi?? os 59 anos. Ai?? necessA?ria apenas uma A?nica dose da vacina para garantir imunizaAi??A?o durante a vida inteira.

O alerta principal Ai?? para pessoas que residem em A?reas de matas e rios ou que fazem atividades como trilhas, pesca e acampamentos. Quem for visitar esses locais deve procurar a unidade de saA?de pelo menos 10 dias antes da viagem. Esse Ai?? o tempo necessA?rio para garantir a devida imunizaAi??A?o contra a doenAi??a.

Para gestantes, mulheres que amamentam, crianAi??as atAi?? 9 meses, adultos maiores de 60 anos, pessoas com alergia grave a ovo ou imunodeprimidos a recomendaAi??A?o Ai?? que sA? sejam vacinados com indicaAi??A?o mAi??dica.

SINTOMAS ai??i?? A febre amarela Ai?? uma doenAi??a infecciosa causada por vAi??rus que se manifesta com febre, dor de cabeAi??a, calafrios, nA?useas, vA?mitos, dor no corpo, pele e olhos amarelados (icterAi??cia). TambAi??m Ai?? possAi??vel haver hemorragia (gengiva, nariz, estA?mago, intestino e urina), podendo levar Ai?? morte nas formas mais graves.

A doenAi??a Ai?? transmitida pela picada de mosquitos infectados. NA?o existe transmissA?o de pessoa a pessoa. Atualmente no Brasil sA? hA? registro da febre amarela silvestre, transmitida pelos mosquitos haemagogus e sabethes.

Deixe uma resposta