Paraná Extra

Governo nega pressão na retirada do projeto da Agência

O líder do governo, Ademar Traiano (PSDB), negou agora à tarde (9) que o governador Beto Richa (PSDB) tenha retirado da Assembléia Legislativa o projeto que criava a Agência Reguladora de Serviços Concessionados por pressão da oposição. Segundo ele, a decisão visa revisar e melhorar o texto para que não pairem dúvidas sobre as intenções da proposição.

“A agência vai regular atividades concedidas nas quais o Estado é minoritário ou não tem participação”, afirma o parlamentar. “Serviços onde o Estado é majoritário não precisam de regulação e o governo quer fortalecer as empresas públicas”, acrescentou.

O presidente da Assembléia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB) disse que a retirada tem explicação: “A mensagem foi mal encaminhada e mal explicada”. O tucano também negou que o governador estivesse sofrendo pressão das bancadas do PT e PMDB e disse que a intenção de Beto é reforçar as estatais, não privatizá-las.

O senador Roberto requião (PMDB) chegou a ameçar de expulsão do partido os deputados estaduais que votassem a favor da criação da Agência, afirmando que a iniciativa representava uma porta aberta para a privatização da Copel e Sanepar.

Deixe uma resposta